‘Peter Pan, o Musical’ realiza temporada com ingressos a partir de R$ 25 na Cidade das Artes

Do Rio Encena

Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Mateus Ribeiro (à frente) e Tuca Andrada como Peter Pan e Capitão Gancho Foto: Leo Aversa/Divulgação

Peter Pan, o menino que se recusa a crescer, foi levado aos palcos pela primeira vez no distante ano de 1904, numa montagem assinada pelo seu próprio criador, o britânico James Mathew Perry. Sete anos depois, foi publicado o livro sobre o jovenzinho que o tornaria famoso mundialmente e faria sua história ser recontada inúmeras vezes no cinema e no teatro. E uma destas versões teatrais chega ao Rio de Janeiro nesse fim de semana: “Peter Pan, o Musical” estreia na sexta-feira (21), às 20h30, na Cidade das Artes, onde faz sessões também sábados e domingos em dose dupla, às 16h e às 20h.

O espetáculo chega ao Rio de Janeiro após fazer sucesso em São Paulo – onde foi assistido por mais de 160 mil pessoas desde que estreou em março de 2018, segundo a produção. Na temporada carioca, um dos trunfos para que o público seja novamente numeroso pode ser a tabela de preços. Variando de acordo com o setor do teatro, as entradas podem sair a R$ 240 (inteira) na plateia, mas também a R$ 25 (meia), no camarote do segundo nível e nas galerias alta e baixa.

Versão brasileira do espetáculo que estreou na Broadway em 1954 (e ganhou três vezes o Tony Awards), “Peter Pan, o Musical” é protagonizada por Mateus Ribeiro (selecionado entre 4.000 candidatos) no personagem-título, o menino que deseja jamais crescer, o que o leva a viver diversas aventuras na fantástica Terra do Nunca e a encarar desafios frente ao temido Capitão Gancho, papel de Tuca Andrada.

Aliás, duas curiosidades sobre Mateus e Tuca neste musical. Além do vilão, Tuca dá vida ainda ao Sr. Darling, pai de Wendy, amiga de Peter. Já Mateus interpreta o protagonista, que, na montagem norte-americana de 1954, foi feito pela atriz Mary Martin – em mais um exemplo de mulheres fazendo o papel-título em musicais da Broadway.

Dirigido por José Possi Neto, o elenco conta ainda com nomes como Karina Mathias, Pedro Navarro,Giselle Lima e Carol Botelho, além de vários outros atores/cantores/bailarinos. O populoso elenco, aliás, é só um dos aspectos que dão ao espetáculo ares de super produção.

— É uma versão original, feita com nosso talento. Trouxemos os técnicos de efeitos especiais e voos da Broadway. Não poderia estar mais feliz, além do imenso sucesso de público, conquistamos os principais prêmios da temporada paulista — celebra a produtora Renata Borges, da Touché Entretenimento, que, em São Paulo, viu a peça vencer em duas categorias o Prêmio Reverência e em três o Bibi Ferreira, além de ser eleito um dos três melhores musicais de 2018 pela Folha de São Paulo.

PUBLICIDADE