‘Peça de Casamento’ é uma aula de atuação de Eliane Giardini

Péricles Vanzella

Péricles Vanzella

32 anos, é doutor em Artes Cênicas pela Unirio, ator, sapateador e cantor.

Em cartaz no SESC Ginástico, no Centro, “Peça de Casamento”, que tem direção de Guilherme Weber, traz atuação memorável e irrepreensível de Eliane Giardini.

A peça do americano Edward Albee (traduzida por Guilherme Weber) narra um casal, com 30 anos de união, em crise. A primeira cena é o marido chegando do trabalho e anunciando que deixará a mulher. A reação dela é surpreendente, e a partir daí instaura-se uma longa conversa madrugada adentro, regada a leitura de um diário da esposa que contém impressões de todas as relações sexuais dos dois.

O cenário compõe-se de fundo e laterais espelhados. Entendo o simbolismo de um confinamento que força as personagens a olharem para si, mas diante de texto e atuações realistas, me pareceu destoante um cenário tão conceitual.

Os figurinos sugerem certa formalidade, o que ambienta bem o contexto social que o casal parece orbitar.

Em uma dramaturgia que praticamente não altera o “status” entre os dois personagens, mantendo a esposa sempre na dianteira, há pouco para Antonio Gonzales fazer. O marido, basicamente, expõe sua frustração com a vida e mendiga valorização. A peça é, desde o texto, completamente da atriz, e Eliane Giardini aproveita cada vírgula, cada gesto, cada deboche hilário, além de, muito provavelmente, criar inúmeras nuances próprias. A atriz está deslumbrante, senhora da cena!

Soma-se a ela a capacidade de Albee de retratar sua época com um humor sagaz, e temos uma mistura preciosa de um teatro que vemos pouco no Rio de Janeiro de hoje.

Um abraço e até domingo que vem!
Dúvidas, críticas ou sugestões, envie para pericles.vanzella@rioencena.com.br.

PUBLICIDADE