Espetáculo ‘Isto é um Negro?’ estreia no Sesc Copacabana abordando situação atual do negro e da negra no país

Do Rio Encena

Tempo estimado de leitura: < 1 minuto

O espetáculo fica em cartaz somente até o dia 16 de fevereiro Foto: Rodrigo Oliveira/Divulgação

Tema cada vez mais abordado no teatro hoje em dia, a atual situação do negro e da negra no Brasil voltará a ser pauta num palco carioca a partir desta semana. Com direção de Tarina Quelho, que ainda assina o texto com Mirella Façanha, o espetáculo “Isto é um Negro?”, do grupo EQuemÉGosta?, estreia nessa sexta-feira (31), às 20h, no Sesc Copacabana, apresentando um estudo relacionado a tal realidade, com um enfoque maior na condição do artista.

— O espetáculo é um dispositivo, um estudo negro sobre a negritude sem a pretensão de ser definitivo ou estabelecer ‘verdades’ sobre este assunto. Algumas perguntas e tentativas de respostas permearam a construção desse ensaio: como discutir negritude e questões raciais a partir da experiência singular de cada um dos intérpretes? Por outro lado: como transformar teoria em cena? O texto foi todo criado na sala de ensaio a partir de improvisações detonadas pela fricção entre teoria e vivência — explica Mirella.

— Evidenciamos o racismo como prática estrutural no Brasil, explicitando como essa norma se dissipa para todas as ordens de convívio, no desejo de construir estratégias de diálogo sobre uma atitude que se perpetua. A peça é consequência da potência de muitos encontros. Foi lendo e estudando Fred Moten, Achille Mbembe, Bel Hooks, Grada Kilomba, Frantz Fanon, Sueli Cordeiro e Aimé Cesaire que foram elaboradas as questões materializadas em cada uma das cenas — complementa Tarina.

“Isto é um Negro?” fica em cartaz somente até o dia 16 de fevereiro, com apresentações também sábados e domingos, sempre às 20h. O ingresso ficam entre R$ 7,50 e R$ 30.

PUBLICIDADE