CHUVA

Foto: Ana Gawry/Divulgação

Local: Espaço Abu
Endereço: Avenida Nossa Senhora de Copacabana, 249 – Copacabana.
Telefone: (21) 2137-4184 / (21) 2137-4182
Sessões: Sexta a segunda às 20h
Período: 19/07 a 19/08
Elenco: Beatriz Castier, Ana Gawry, Carlos Emílio Jacuá e Felipe Vasconcelos
Direção: Felipe Vasconcelos
Texto: Luiz Vilela (adaptação de Felipe Vasconcelos)
Classificação: 16 anos
Entrada: R$40 (inteira); R$ 20 (meia)
Funcionamento da bilheteria: Quinta a segunda, das 15hs às 20hs (a partir de 19 de julho)
Gênero: Drama
Duração: 60 minutos
Capacidade: 40 lugares
Sinopse: A partir de cinco contos do premiado escritor mineiro Luiz Vilela, o grupo Tábula Rasa mergulha em temas como a solidão humana, o medo e a falta de comunicação, deixando o espectador sempre em suspense sobre as motivações e os sentimentos de cada personagem. Contos:

Com os seus próprios olhos: Um aluno é convocado a comparecer ao gabinete do diretor do colégio para tratar de um episódio delicado.

Mosca morta: Numa noite de chuva, um homem aparece de repente num bar e tem com outro um diálogo tenso a respeito de algo que aconteceu no passado.

Vazio: Uma mulher tenta entender por que o marido, sem explicação, chegou em casa antes do fim do expediente.

Solidão: Uma mulher solitária faz, sem avisar, uma visita a um casal vizinho, gerando um mal-estar entre o marido e a esposa.

Chuva: Numa noite de chuva, após acolher em sua casa um vira-lata, um homem fala, se dirigindo ao animal, sobre a solidão.

* Segundo informações do teatro e/ou da produção do espetáculo

PUBLICIDADE