CARTAS PARA GONZAGUINHA

(Divulgação)

Local: Teatro Riachuelo Rio
Endereço: Rua do Passeio, 38 – Centro.
Telefone: (21) 2533-8799
Sessões: Sexta e sábado às 20h; domingo às 19h
Período: 02/08 a 25/08
Elenco:
Direção: Rafaela Amado
Texto: Tiago Rocha
Classificação: 16 anos
Entrada: Plateia VIP – R$ 60  (inteira); R$30 (meia) | plateia – R$ 50  (inteira); R$25 (meia) | balcão nobre e balcão – R$ 40  (inteira); R$20 (meia)
Funcionamento da bilheteria: Terça a sábado entre 12h e 20h; domingo e feriados entre 12h e 19h
Gênero: Musical
Duração: 120 minutos
Capacidade: 999 lugares
Sinopse: “Cartas para Gonzaguinha” é uma obra de ficção que se ambienta no Brasil do início da década de 80. A retomada da democracia avança lentamente pelo país, mas as lutas sindicais ainda encontram forte repressão. Os personagens que povoam essa história foram batizados com os nomes que constam na poética de Gonzaguinha: José, João, Solemar, Geraldina, entre outros. Os trabalhadores lutam para garantir o salário, e quem sabe, garantir um pouco mais do que só o feijão. Mas um escândalo de corrupção envolvendo o dono da fábrica desestabiliza o negócio, e traz à tona o tão temido fantasma da demissão. Cumprindo horas extras não remuneradas, os operários se articulam. Alguns vão para o olho da rua, e outros podem encontrar um destino ainda mais sórdido. Em meio a essa luta e a condições precárias de trabalho (e de vida), resiste a possibilidade de refletir sobre o que é a vida. Respondendo ao chamado público de Gonzaguinha, cada um dos trabalhadores responde, por escrito, à pergunta: “o que é a vida para você?”. Eles têm a esperança de serem escolhidos pelo compositor, que sempre teve como matéria-prima de seu trabalho o ser humano em sua essência mais pura.

* Segundo informações do teatro e/ou da produção do espetáculo

PUBLICIDADE