BRILHA LA LUNA

Foto: Divulgação

Local: Teatro Prudential
Endereço: Rua do Russel, Nº 804 – Glória.
Telefone: (21)  2552-3862
Sessões: Sexta a domingo às 16h; segunda às 19h
Período: 02/11 a 16/12
Elenco: Carol Botelho, Marcella Bartholo, Myra Ruiz, Bel Lima, Robson Lima, André Sigom, Léo Bahia, Tauã Delmiro, Lyz Ziese, Julia de Aquino, Carol Vanni, Amanda Doring, Diego Martins, Victor Maia, Daniel Haidar, Luiz Gofman, Helga Nemetik, Fernanda Gabriela, Deborah Marins, Raí Valadão, Adam Lee, Yasmin Lima, Lucas Becerra e Luiza Cesar
Direção: Pedro Rothe
Texto: Juliano Marceano
Classificação: 12 anos
Entrada: R$ 25 a R$ 75
Funcionamento da bilheteria: Não informado
Gênero: Musical
Duração: Não informada
Capacidade: 359 lugares
Sinopse: A história tem como base a personagem Luna, que dá nome ao espetáculo, uma jovem que viveu toda sua vida na Comunidade de Arerejé, um refúgio hippie criado por seus pais escondido das grandes metrópoles. Ela vive uma vida tranquila, mas ao completar 18 anos, se vê órfã e sente que falta algo em toda aquela perfeição. É aí que ele vira a esquina… Diego, um mochileiro que está de passagem pela comunidade encanta Luna levando ela acreditar que finalmente encontrou a última parte que precisava pra completar a vida perfeita. Quando Diego parte de Aserejé, ela descobre que o endereço do garoto na cidade grande é o mesmo estampado em cartas que seu pai, então líder da comunidade, recebia enquanto vivo. Luna decide segui-lo atrás de respostas com a ajuda de Pedro, seu melhor amigo secretamente apaixonado por ela. Ao chegar na cidade grande ela acaba participando por engano da seleção de um show de talentos televisivo que irá revelar a nova estrela pop do Brasil. No programa, Luna conhece um grupo de garotas que irão se tornar suas novas amigas: Calíope; uma excelente bailarina que não liga para os que a acham fora do padrão de peso; Tiffany, que tenta a todo custo fugir do estereótipo da menina rica e mimada; Thalia, uma drag queen fabulosa que tem uma queda por Dinho, o assistente de direção – “hétero” – do programa, e Lilith, uma tímida caipira que parece ser muito mais do que uma “boa menina”. Theodora a poderosa dona do programa, também vê em Luna um brilho especial que ainda não entende se pode ser uma faísca de grande talento ou um eco de seu passado misterioso. Luna continuará em busca de respostas sobre quem ela realmente é ou irá se esquecer de tudo para se tornar a nova estrela da música?

* Segundo informações do teatro e/ou da produção do espetáculo

PUBLICIDADE