A MULHER QUE VIROU PLANTA

Foto: José Palandi/Divulgação

Local: Rampa – Lugar de Criação
Endereço: Rua Sá Ferreira, Nº 202 – Copacabana. (*com rampa íngreme, local tem difícil acesso para pessoas com mobilidade reduzida)
Telefone:
Sessões: Domingo às 20h
Período: 18/08 a 22/09
Elenco: Bruna Trindade
Direção:
Texto:
Classificação: 16 anos
Entrada: A partir de R$ 25 (contribuição consciente)
Funcionamento da bilheteria: Não informado
Gênero: Drama
Duração: Não informada
Capacidade: Não informada
Sinopse: “A mulher que virou planta” é o primeiro solo da atriz Bruna Trindade, inspirado no livro “A vida das plantas: uma metafísica da mistura”, do filósofo italiano Emanuele Coccia. A peça oferece ao espectador uma reflexão sobre a radicalidade que é estar-no-mundo enquanto planta. Neste trabalho, o tempo é dilatado e a atenção é conduzida aos detalhes. O devir-planta é caracterizado, principalmente, por múltiplos processos de paragens, em que predominam o ócio, a resiliência, o silêncio e o sensível. 

* Segundo informações do teatro e/ou da produção do espetáculo

PUBLICIDADE