VII Festival de Teatro Universitário leva mais de 40 produções a três palcos do Rio de Janeiro

Do Rio Encena

A peça “E Agora, Onde Vamos” e a esquete “País das Maravilhas” são duas das atrações desta edição Fotos: Divulgação

Um total de 48 produções, entre peças e esquetes, 39 dias e três palcos. Estes são alguns números da sétima edição do Festu (Festival de Teatro Universitário), maratona teatral com montagens criadas por jovens universitários do Brasil, que começa nessa quinta-feira (31). Com entradas a preços populares e gratuitas, o evento, criado em 2010 por Miguel Colker, tem os objetivos de promover um intercâmbio entre escolas de artes cênicas do país e revelar novos talentos. A programação completa está aqui.

-É um festival que incentiva a pesquisa e valoriza muito o jovem. Queremos promover muitos encontros, trazer cada vez mais cenas de fora do Rio para o evento. Essa troca enriquece muito a cena. É teatro feito por jovens e para jovens – diz Felipe Cabral, diretor e curador artístico do festival.

E especialmente neste ano, haverá uma novidade: a Mostra Destaques, que vai abrir esta edição reunindo oito cenas curtas apresentadas em 2016. Com criações de estudantes de artes cênicas de universidades do Rio de Janeiro (Unirio, Martins Pena, PUC e Universidade Candido Mendes), da Bahia (Universidade Federal da Bahia) e do Distrito Federal (Universidade de Brasília), a mostra ocupa a Caixa Cultural, no Centro, entre 31 de agosto e 03 de setembro, com entradas a partir de R$10 (meia).

Em seguida, começa a Mostra de Espetáculos, no dia 09/09, no Teatro Cesgranrio, no Rio Comprido. Ao todo, serão encenadas 13 peças selecionadas de universidades do Rio de Janeiro, Brasília e Belo Horizonte. Para abrir a mostra, foi selecionada a montagem “Chão de Pequenos”, da companhia mineira Negra de Teatro, que, no ano passado, foi premiada em três categorias: Melhor Esquete, Direção e Texto Original. A entrada fica a partir de R$ 15 (meia).

Por fim, o Teatro Sesi, no Centro, recebe a Mostra Competitiva Nacional, a partir de 04 de outubro. De um total de 152 esquetes inscritas, de sete estados do país, 27 foram selecionadas para a competição.  Com entrada franca, o público poderá assistir a todas as produções e votar nas melhores em cada uma das 10 categorias: Melhor Esquete, Melhor Ator, Melhor Atriz, Esquete pelo Júri popular, Melhor Direção, Melhor Direção de Movimento, Texto Original, Melhor Iluminação, Melhor Cenografia e Melhor Figurino. A grande vencedora receberá um patrocínio de R$ 40 mil para montar um espetáculo que irá participar do Festival de Curitiba em 2018.

PUBLICIDADE