Tuca Andrada volta a cantar Orlando Silva em curta temporada no Imperator

Do Rio Encena

Tuca canta 20 músicas de Orlando Silva e conta um pouco da história do cantor Foto: Aline Macedo/Divulgação

Tuca canta 20 músicas de Orlando Silva e conta um pouco da história do cantor Foto: Aline Macedo/Divulgação

Pela quarta vez neste ano, Tuca Andrada vai assumir o microfone para refrescar a memória dos fãs de Orlando Silva (1915-1978) e também apresentar a obra do músico carioca às novas gerações. À frente de “Orlando Silva – Nada Além”, o ator estreia no Imperator, no Méier, nesta sexta-feira (11/11), às 21h, cantando um repertório de 20 músicas daquele que ficou conhecido como O Cantor das Multidões. A temporada vai apenas até o próximo dia 27, com sessões também aos sábados, no mesmo horário, e aos domingos, às 19h30.

E ao contrário do espetáculo “Orlando Silva – O Cantor das Multidões”, com o qual viajou por mais de 40 cidades do país interpretando de fato Orlando Silva, Tuca faz deste show uma versão sua para a obra do músico. No palco, acompanhado de uma banda – que toca contrabaixo, flauta, bateria, violão, sax e piano – é ele próprio quem se apresenta cantando clássicos como “Carinhoso”, “Atire a primeira pedra”, “Lábios que beijei”, “Sertaneja”, “Aos pés da cruz”, “Abre a janela” e “Nada Além”, entre outros.

Além de cantar ao longo dos 70 minutos de show, Tuca aproveita alguns intervalos entre uma canção e outra para reverenciar a importância de Orlando Silva para a música popular brasileira em meados do século XX. Nos poucos diálogos que tem com a plateia, ele comenta a relevância que o homenageado da noite teve para outros artistas de renome incluindo Lúcio Alves, Ciro Monteiro, João Gilberto e Caetano Veloso.

PUBLICIDADE