‘Suassuna – O Auto do Reino do sol’ lidera lista de indicados do segundo semestre ao Prêmio Shell

Do Rio Encena

“Suassuna” recebeu um total de seis indicações nas nove categorias do Prêmio Shell Foto: Divulgação

Já está completa a lista de indicados à 30ª edição do Prêmio Shell. Nesta quarta-feira (20), os organizadores da premiação divulgaram a relação com as peças mais bem avaliadas no segundo semestre de 2017, que agora se unem àquelas escolhidas na primeira metade do ano. Nesta segunda lista, o destaque é o musical “Suassuna – O Auto do Reino do Sol”, com seis citações nas nove categorias em disputa.

Uma homenagem ao escritor Ariano Suassuna (1927-2014), que completaria 90 anos este ano, o espetáculo é uma produção da Cia Barca dos Corações Partidos, que, na última edição, ganhou como Melhor Direção com Duda Maia por “Auê”.

Além de “Suassuna”, outras seis produções receberam indicações, entre elas “Tripas” e “Hamlet”, que ficaram com três, cada.

A lista de indicados foi definida pelo corpo de jurados formado por Ana Achcar, Ana Luisa Lima, Bia Junqueira, Macksen Luiz e Moacir Chaves. Cada vencedor vai faturar o prêmio de R$ 8 mil, além de uma concha dourada (símbolo da Shell) feita pelo artista plástico Domenico Calabroni. Já a cerimônia de premiação, que em 2018 homenageará Hélio Eichbauer pelo trabalho de mais de 50 anos de renovação da cenografia brasileira, ainda não teve data e local divulgados.

Confira  alista completa abaixo:

Autor
Braulio Tavares por “Suassuna – O auto reino do sol”
Pedro Kosovski por “Tripas”

Direção
Luiz Carlos Vasconcelos por “Suassuna – O do auto reino do sol”
Paulo de Moraes por “Hamlet”

Ator
Adrén Alves por “Suassuna – O auto do reino do sol”
Ricardo Kosovski por “Tripas”

Atriz
Guida Vianna por “Agosto”
Letícia Isnard por “Agosto”
Juliane Bodini por “Dançando no escuro”

Cenário
Aurora Sérgio Marimba por “Suassuna – O auto do reino do sol”
Carla Berri e Paulo de Moraes por “Hamlet”

Figurino
Kika Lopes e Heloisa Stockler por “Suassuna – O auto do reino do sol”
Marcelo Olinto por “Zeca Pagodinho: uma história de amor ao samba”

Iluminação
Maneco Quinderé por “Hamlet”
Paulo Cesar Medeiros por “O Jornal”

Música
Chico César, Beto Lemos e Alfredo Del Penho por “Suassuna – O auto do reino do sol”
Marcelo Alonso Neves por “Dançando no escuro”

Inovação
“Escola Spetáculo” pelo contínuo trabalho de formação e inserção de jovens profissionais na área técnica das artes cênicas.
Espetáculo “Tripas” pela forma de realização entre a universidade, através dos programas de pós-graduação, e a produção teatral.

PUBLICIDADE