Stella Maria Rodrigues leva musical ‘Emilinha’ para curta temporada no Imperator

Do Rio Encena

Stella Maria Rodrigues recorda a trajetória de Emilinha em mais de 30 faixas Foto: Guido Giacomzzi/Divulgação

Conhecido por receber muitos shows e apresentações musicais, o Centro Cultural João Nogueira, o popular Imperator, no Méier, recebe nesta semana um espetáculo sobre uma cantora que tem seu nome marcado na história da música brasileira. Estreia nessa sexta-feira (03), às 16h, o musical “Emilinha”, que canta e conta a trajetória da cantora Emilinha Borba, uma das divas da chamada era de ouro do rádio, quando fazia sucesso principalmente com sambas, choros e machinhas de Carnaval. A peça segue em cartaz só até o próximo dia 18, com sessões também sábados e domingos, às 19h.

No palco, acompanhada de um grupo que toca piano, bateria e baixo, Stella Maria Rodrigues interpreta Emilinha, inclusive vestindo figurinos originais da cantora, cedidos por seu fã-clube. Como não poderia deixar de ser, além de episódios emblemáticos da diva, a atriz recorda também sucessos como “Chiquita Bacana”, “Bandeira Branca” e “Mulata yê yê yê”, entre outros, totalizando um repertório de mais de 30 composições de autores como Ary Barroso (1903-1964), Tom Jobim (1927-1994) e  João Roberto Kelly.

Além dos músicos, Stella tem a companhia do ator e cantor Fabrício Negri, que participa de alguns duetos e também de uma homenagem ao Programa César de Alencar.

Indicada ao Prêmio Cesgranrio de Teatro 2017, na categoria Melhor Atriz em Musical, Stella está em seu segundo trabalho dando vida a Emilinha nos palcos. Em 2011, ela já havia atuado em “Emilinha e Marlene, as Cantoras do Rádio”, que ficou quase um ano em cartaz no Teatro Maison de France recordando a relação entre Emilinha e outra grande cantora da época.

REPERTÓRIO

 

CHIQUITA BACANA – João de Barro e Alberto Ribeiro
ESCANDALOSA – Djalma Esteves e Moacyr Silva
PRIMAVERA NO RIO – João de Barro
COPACABANA- Tom Jobim
PARAÍBA – Humberto Teixeira e Luís Gonzaga
BAIÃO DE DOIS – Humberto Teixeira e Luís Gonzaga
ASA BRANCA – Humberto Teixeira e Luís Gonzaga
QUI NEM JILÓ – Luís Gonzaga
EU JÁ VI TUDO – Peterpan e Amadeu Veloso
SE É PECADO SAMBAR – Hermínio Bello de Carvalho
AÍ VEM A MARINHA – Moacyr Silva e Lourival Faissal
QUEM PARTE LEVA SAUDADE – Francisco Escaramboni
DANADA DA SAUDADE – Rutinaldo
AQUELES OLHOS VERDES – versão de João de Barro
AMOR DA MINHA VIDA – Rossini Pinto
FOGUEIRA – Angela Rô Rô
OS MEUS O,HOS SÃO TEUS – Peterpan
SE QUERES SABER – Peterpan
AQUARELA DO BRASIL – Ary Barroso
OS QUINDINS DE YÁYÁ – Ary Barroso
CABIDE DE MOLAMBO – Luiz Bitencourt e Tuiú
SEGUE TEU DESTINO – Vicente Amar
CANÇÃO DAS FÃS – Rutinaldo
EZ ANOS – Rafael Hernandes( versão de Lourival Faissal)

POUT-POURRI DE CARNAVAL
MULATA YÊ YÊ YÊ – João Roberto Kelly
CANCAN NO CARNAVAL – Carlos Cruz e Haroldo Barbosa
VAI COM JEITO – João de Barro
TOMARA QUE CHOVA – Paquito e Romeu Gentil
ISRAEL – João Roberto Kelly
MARCHA DO REMADOR – Antônio Almeida e Oldemar Magalhães
CHIQUITA BACANA – João de Barro e Alberto Ribeiro
BANDEIRA BRANCA – Max Nunes e Laercio Alves