Solo ‘The And’ estreia no Sesc Copacabana retratando os obstáculos dos tempos atuais

Do Rio Encena

Isabel Cavalcanti atua e assina a dramaturgia do monólogo Foto: Maurício Maia/Divulgação

Isabel Cavalcanti chega ao Sesc Copacabana nesse fim de semana com uma tripla função. São dela a direção – ao lado do marido Claudio Gabriel – o texto e o protagonismo do monólogo “The And”, que estreia sexta-feira (27), às 19h, na Sala Multiuso. Para o projeto, ela se inspirou nas primeiras novelas do dramaturgo e escritor irlandês Samuel Becket (1906-1989), datadas de um período logo após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945), e em Machado de Assis (1839-1908) a fim de falar sobre os obstáculos dos tempos atuais.

Em cena, Isabel apresenta sua personagem, uma mulher que não se encaixa em lugar algum da sociedade e, por isso, alimenta o desejo de encontrar um refúgio onde possa ficar quieta e sossegada. Através deste papel, a atriz busca representar a instabilidade da época contemporânea, que parece não reservar nada a ninguém, nem no mais remoto futuro. “O que se pode tentar ainda?”, é uma das questões que ela levanta, sempre carregada de um humor ácido para deixar a realidade de hoje ainda mais nua e crua.

“The And” marca mais uma etapa da pesquisa de linguagem cênica sobre a obra de Beckett que Isabel começou em 2008. Neste ano, ela dirigiu Sergio Britto (1923-2011) em “A Ultima Gravação de Krapp/Ato Sem Palavras 1”. Em seguida, foi a vez de “Moi Lui”, inspirado na novela Molloy, em 2013, quando a atriz não só dirigiu, como também escreveu a dramaturgia para Ana Kfouri.

A temporada de “The And” é curta. A presentações, marcadas também para os sábados, no mesmo horáriodas 19h, e domingos, às 18h, vão somente até o dia 26 de agosto.

 

PUBLICIDADE