SE EU FOSSE IRACEMA

Foto: IMATRA/Divulgação

Local: Centro Cultural Justiça Federal
Endereço: Avenida Rio Branco, 241 – Centro.
Telefone: (21) 3261-2565
Sessões: Quartas e quintas às 19h
Período: 30/11 a 21/12
Elenco: Adassa Martins
Direção: Fernando Nicolau
Texto: Fernando Marques
Classificação: 14 anos
Entrada: R$ 20 (inteira); R$ 10 (meia)
Funcionamento da bilheteria: Quarta a domingo entre 16h e 19h
Gênero: Drama, monólogo
Duração: 60 minutos
Capacidade: 141 lugares
Sinopse: A peça propõe um olhar sobre o universo indígena brasileiro, transitando entre a tradição a tradição e a sua situação atual.  “Se eu fosse Iracema” usa referências que vão de mitos e rituais de várias etnias originárias do país a aspectos como a demarcação de terras e outros direitos fundamentais muitas vezes negligenciados.

* Segundo informações do teatro e/ou da produção do espetáculo