Prêmio Fita 2018: confira a lista de vencedores e galeria de fotos da cerimônia de premiação

Do Rio Encena

Equipe de “Vou Deixar de ser Feliz por Medo de Ficar Triste”, a grande vencedora da 13ª edição da Fita

A 13ª edição da Fita (Festa Internacional de Teatro de Angra dos Reis) foi realizada em setembro, mas só nesta terça-feira (27) houve seu segundo ato. Na última noite, com apresentação do ator Alexandre Lino, aconteceu no Arte Sesc Flamengo a cerimônia do Prêmio Fita 2018, que coroou como grande vencedora a comédia romântica “Vou Deixar de ser Feliz por Medo de Ficar Triste?”. Ao todo, a montagem faturou, que tem direção de Jorge Farjalla e texto de Yuri Ribeiro, faturou três troféus: Melhor Espetáculo, Melhor Diretor e Melhor Figurino (Farjalla).

Outro destaque da noite foi Flávio Migliaccio. O veterano ator, de 84 anos, compareceu à festa para receber o prêmio de Melhor Espetáculo pelo Júri Popular vestindo um pijama listrado, figurino de seu personagem na peça. A justificativa para a indumentária inusitada foi a falta de tempo para se trocar, já que pouco antes havia se apresentado no Teatro Poeira, em Botafogo.

Estiveram presentes também o diretor Amir Haddad e o ator Tonico Pereira, dois dos homenageados desta edição da Fita. Regina Duarte, outra reverenciada, não compareceu.

Com o júri formado pelo ator e escritor Sergio Fonta (presidente do Júri); a atriz Stella Freitas; o diretor de arte e cenógrafo José Dias e o diretor do Teatro Maison de France Cédric Gottesmann, o Prêmio Fita chegou à sexta edição premiando 10 espetáculos diferentes em 18 categorias. Confira abaixo a lista completa de vencedores e fotos da cerimônia de premiação.

Melhor Espetáculo (Júri popular)
“Confissões de um senhor de idade”

Melhor espetáculo
“Vou Deixar de ser Feliz por Medo de Ficar Triste?”

Melhor Espetáculo Infantil (júri infantil)
“Lololendi”

Melhor Atriz
Izabella Bicalho por “Elizete, a Divina”

Melhor Atriz
Stella Maria Rodrigues por “Emilinha”

Melhor Atriz Coadjuvante
Letícia Isnard por “Agosto”

Melhor ator
Flávio Migliaccio por “Confissões de um senhor de idade”

Melhor ator Coadjuvante
Fabricio Negri por “Emilinha”

Melhor autor
Leandro Muniz por “A Vida não é um musical – O Musical”

Melhor Diretor
Jorge Farjalla por “Vou Deixar de ser Feliz por Medo de Ficar Triste?”

Prêmio especial do júri
Marcos Caruso pela atuação em “O Escândalo de Philippe Dussaert”

Melhor Figurino
Jorge Farjalla por “Vou Deixar de ser Feliz por Medo de Ficar Triste?”

Prêmio Especial do Júri
Guida Vianna pela atuação em “Agosto”

Melhor Cenário
Carlos Alberto Nunes por “Agosto”

Categoria Especial
Elenco de “A Vida não é um musical – O Musical”

Revelação
Herton Gustavo Gratto – autor do espetáculo “Rugas”

Melhor Música
Miguel Briamonte por “Forever Young”

Destaque FITA 2018
Alexandre Lino pela trilogia na FITA

FOTOS

De pijama, Migliaccio recebe prêmio de Melhor Espetáculo pelo Júri Popular por “Confissões de um Senhor de Idade”

Izabella Bicalho, qu venceu como Melhor Atriz por “Elizete, a Divina” Fotos: Thyago Andrade/Divulgação

Letícia Isnard (E) e Guida Viana foram premiadas por “Agosto”

Paula Burlamaqui, de “Vou Deixar de ser Feliz por Medo de Ficar triste?”

Lorena Comparato

Alexandre Lino, que apresentou a cerimônia, e Marcos Caruso, prêmio especial por “O Escândalo de Philippe Dussaert”

Equipe de “A Vida não é um Musical – o Musical”

Jorge Farjalla que ganhou como Diretor e Figurino

Tonico Pereira e Amir Haddad, dois dos homenageados desta edição

 

PUBLICIDADE