Prêmio do Humor celebra Agildo Ribeiro e consagra ‘[nome do espetáculo]’ e ‘A Produtora e a Gaivota’

Do Rio Encena

O homenageado Agildo Ribeiro (E) com Jefferson Schroeder,que levou dois prêmios Foto: Claudia Marques

Na noite desta terça-feira (13), foi realizada – simultaneamente ao 30º Prêmio Shell (!?) –  a segunda edição do Prêmio do Humor, premiação criada por Fábio Porchat voltada exclusivamente para espetáculos de comédia. No Jockey Club, na Gávea, os destaques da cerimônia, apresentada pelo próprio Porchat, foram “[nome do espetáculo]” e Jefferson Schroeder, de “A Produtora e a Gaivota”, que saíram com duas vitórias, cada.

O primeiro, uma versão brasileira do musical da Broadway “[title of show]”, que conta a saga de um compositor e um escritor que precisam escrever um musical em apenas três semanas., ganhou nas categorias Peça e Especial. Já Schroeder foi eleito o melhor em Texto e Performance por sua comédia solo.

“[nome do espetáculo]” venceu nas categorias Peça e Especial Foto: Divulgação

Como em toda premiação, um grande artista foi homenageado, no caso, Agildo Ribeiro, que completa 65 anos de carreira em 2018. Além dele e de Porchat, estiveram presentes ao evento outros nomes de diferentes gerações do humor, como Marcos Veras, Maria Clara Gueiros, Dani Calabresa, Zezé Barbosa, Bemvindo Sequeira, Antonio Tabet, Berta Loran e Castrinho, entre outros.

Confira a lista de vencedores completa abaixo:

Peça
“[nome do espetáculo]”

Texto
Jefferson Schroeder, por “A Produtora e a Gaivota”

Direção
Chico Pelúcio, por “Pagliacci”

Performance
Jefferson Schroeder, por “A Produtora e a Gaivota”

Categoria Especial
Caio Scot, Junio Duarte, Carol Berres, Luísa Vianna e Tauã Delmiro, pela versão brasileira do texto e das canções de “[nome do espetáculo]”

PUBLICIDADE