Prêmio Cesgranrio divulga lista de indicados no segundo semestre; ‘Gritos’ e ‘Vaga Carne’ se destacam

Do Rio Encena

"Gritos" (foto) recebeu quatro indicações, incluindo Melhor Espetáculo, assim como "Vaga Carne" Foto: Renato Mangolin/Divulgação

“Gritos” (foto) recebeu quatro indicações, incluindo Melhor Espetáculo, assim como “Vaga Carne” Foto: Renato Mangolin/Divulgação

A organização do IV Prêmio Cesgranrio divulgou no fim da tarde desta quinta-feira (08/12) a relação com os indicados do segundo semestre de 2016. As produções que se sobressaíram na lista foram “Gritos” e “Vaga Carne”, que concorrem em quatro categorias, incluindo Melhor Espetáculo. A lista foi definida por um júri formado por Carolina Virgüez, Daniel Schenker, Jacqueline Laurence, Lionel Fischer, Macksen Luiz, Rafael Teixeira e Tânia Brandão.

Os indicados do segundo semestre se juntarão aos do primeiro semestre – revelados em julho – na cerimônia do dia 24 de janeiro que vai homenagear a atriz Nicete Bruno e premiar os ganhadores em cada uma das 12 categorias com R$ 25 mil, totalizando assim R$ 300 mil, o que, segundo os realizadores da premiação, é o maior valor pago no cenário teatral do Brasil. Veja abaixo a lista completa com os indicados:

Melhor Diretor
– Ana Teixeira e Stephane Brodt por “Os Cadernos de Kindzu”
– André Curti e Artur Luanda Ribeiro por “Gritos”
– Luiz Felipe Reis por “Amor em Dois Atos”

Melhor Ator
– Bruno Mazzeo por “5X Comédia”
– Marcus Caruso por “O Escândalo Philippe Dussaert”
– Otto Jr. por “Amor em Dois Atos”

Melhor Atriz
– Claudia Mauro por “A Vida Passou Por Aqui”
– Fabiula Nascimento por “5X Comédia”
– Grace Passô por “Vaga Carne”

Melhor Espetáculo
– “Gritos”
– “Os Cadernos de Kindzu”
– “Vaga Carne”

Melhor Cenografia
– André Curti e Artur Luanda Ribeiro por “Gritos”
– Bel Lobo e Bruce Gomlevsky por “Demônios”
– José Dias por “Boa Noite, Professor”

Melhor Iluminação
– Artur Luanda Ribeiro e Hugo Mercier por “Gritos”
– Nadja Naira por “Vaga Carne”
– Paulo César Medeiros por “Imagina Esse Palco que se Mexe”

Melhor Figurino
– Cassio Brasil por “5X Comédia”
– Marcelo Olinto por “A Invenção do Amor”
– Paula Ströher por “Tran_se”

Melhor Texto Nacional Inédito
– Claudia Mauro por “A Vida Passou por Aqui”
– Felipe Vidal por “Cabeça (Um Documentário Cênico)”
– Grace Passô por “Vaga Carne”

Categoria Especial
– Eduardo Rieche pela autoria do livro “Yara Amaral – A Operária do Teatro”
– Nós do Morro pelos 30 anos de atividades
– Tato Taborda pela criação musical nos espetáculos “Céus”, “Boa Noite, Professor” e “Imagina Esse Palco que se Mexe”

Melhor Direção Musical
– Alexandre Elias por “Chica da Silva – O Musical”
– Luciano Moreira e Felipe Vidal por “Cabeça (Um Documentário Cênico)”

Melhor Ator em Musical
– Hugo Bonemer por “Ordinary Days”

Melhor Atriz em Musical
– Vilma Melo por “Chica da Silva – O Musical”

PUBLICIDADE