Musical sobre Clara Nunes chega à Sala Baden Powell em janeiro para curtíssima temporada

Do Rio Encena

Clara Santhana é a intérprete da cantora e idealizadora do projeto Foto: Léo Gomes/Divulgação

Embora esteja para completar em 2018 cinco anos de circulação pelo Brasil, somando um total de 20 temporadas, somente em janeiro próximo o espetáculo “Deixa Clarear, Musical Sobre Clara Nunes” será apresentado em Copacabana, bairro que reúne pelo menos nove importantes palcos do circuito carioca. A partir do dia 10, a montagem, que estreou em 2013 como tributo aos 30 anos de morte da cantora, inicia uma curtíssima temporada na Sala Baden Powell, com apenas cinco apresentações:  de quarta a domingo, sempre às 20h. As entradas custam a partir de R$ 20 (meia).

Idealizadora e protagonista do projeto, a atriz Clara Santhana explica que, além de homenagear Clara Nunes, a montagem tem como objetivo também apresentar a obra da cantora mineira para quem não acompanhou sua carreira, muito focada nas raízes da cultura brasileira e interrompida com sua morte precoce, aos 40 anos, em 1983.

— Nossa ideia é apresentar o legado da cantora para as novas gerações — ressalta Clara Santhana, que sobe ao palco acompanhada dos músicos João Paulo Bittencourt (violão), Gustavo Pereira (Cavaco/ percussão),  Pedro Paes (clarinete/ sax) e Michel Nascimento (percussão).

Com direção musical de Alfredo Del Penho, direção de Isaac Bernat e texto de Marcia Zanelatto, “Deixa Clarear” apresenta ao longo de 75 minutos um repertório formado por clássicos como “O canto das três raças” (Paulo Cesar Pinheiro/ Mauro Duarte), “Na linha do mar” (Paulinho da Viola), “Morena de Angola” (Chico Buarque), “Um ser de luz” (João Nogueira/Paulo Cesar Pinheiro e Mauro Duarte), “O mar serenou” (Candeia), entre outras.

DVD

Nesta micro-temporada na sala Baden Powell, será lançado um DVD, com o registro da passagem do espetáculo pela cidade mineira de Uberaba. O material, incentivado pelo SESI Minas e registrado com selo da Gravadora Biscoito, apresenta também um minidocumentário, gravado em Caetanópolis, cidade Natal de Clara Nunes. O filme contém depoimentos de pessoas ligadas à infância da cantora, como sua irmã e a mãe de criação, Dindinha, e também de integrantes da Portela, escola de samba do coração de Clara,, que conviveram com ela.

SERVIÇO

Local: Sala Baden Powell
Endereço: Avenida Nossa Senhora de Copacabana, Nº 360 – Copacabana.
Telefone: (21) 2548-0421
Sessões: Quarta a domingo às 20h
Período: 10/01 a 14/01
Elenco: Clara Santhana; músicos: João Paulo Bittencourt, Gustavo Pereira,  Pedro Paes e Michel Nascimento
Direção: Isaac Bernat
Texto: Marcia Zanelatto
Classificação: Livre
Entrada: R$ 40 (inteira); R$ 20 (meia)
Gênero: Musical
Duração: 75 minutos
Capacidade: 469 lugares

* Segundo informações do teatro e/ou da produção do espetáculo

PUBLICIDADE