‘Mulher Invisível’, primeiro monólogo de Catarina Abdala, estreia no Teatro Nelson Rodrigues

Do Rio Encena

Catarina Abdala está com 36 anos de carreira Foto: Ricardo Diniz/Divulgação

Com 36 anos de carreira, Catarina Abdala (58) está prestes a subir ao palco pela primeira vez para atuar num monólogo. Com texto de Maria Carmem Barbosa e direção de Amir Haddad, a atriz estrela “A Mulher Invisível”, interpretando uma faxineira de uma loja do segmento masculino que, ao ficar só numa noite, decide desabafar com… os manequins que expõem as roupas do estabelecimento.

Chamado de monólogo existencialista pela produção, o espetáculo utiliza o humor – uma marca da atriz – para falar, entre outras questões, sobre invisibilidade. Por uma ou outra razão, algumas pessoas, como a personagem de Catarina, parecem passar despercebidas aos olhos da sociedade e às vezes até da família, acabando num estado de solidão.

– Eunice é uma mulher esquecida, que tenta conversar com o marido e as filhas, mas ninguém a escuta. A solidão é tanta que ela acaba confessando suas alegrias, indignações e tristezas com aqueles ‘moços bonitos’. É assim que ela chama os manequins – detalha Catarina, no ar como a Dona Jô, proprietária da pensão da série “Vai que cola”, sucesso do canal Multishow.

“A Mulher Invísivel” fica em cartaz até o próximo dia 17, com sessões também de sexta a domingo, sempre às 19h. As entradas custam entre R$ 15 (meia) e R$ 40 (inteira), dependendo do setor do teatro.