Morre no Rio o ator Gilberto Marmorosch, aos 74 anos

Do Rio Encena

O veterano ator estava internado desde dezembro lutando contra um câncer Foto: Natan Gutterman/Divulgação

Faleceu no Rio de Janeiro, na noite da última terça-feira (29), o ator Gilberto Marmorosch, aos 74 anos. Ele já havia sido operado de um câncer, mas, devido a complicações, retornou em dezembro do ano passado para a UNIMED – Unidade Hospitalar da Barra da Tijuca, onde não resistiu e morreu. Filho do veterano artista, Claudio Marmorosch confirmou nas redes sociais o óbito e afirmou que o sepultamento aconteceria às 13h desta quarta, no Cemitério Israelita do Cajú. Até o fechamento desta nota, ainda não havia atualizações sobre a cerimônia.

De origem judaica, Gilberto, que faria 75 anos no próximo 04 de fevereiro, começou a ganhar fama como garoto-propaganda da cerveja Bohenia. Já no teatro, começou com a peça “Um Violinista no Telhado”. Desde então, fez outros diversos trabalhos no palcos, como “Aluga-se Um Namorado” e “Jorginho – O Machão”, além das mais recentes “Yentl” e “Brasil de Janeiro a Janeiro”.

O ator, que também era radialista, trabalhou ainda no cinema e na TV, onde ficou conhecido do grande público. Só na Rede Globo, participou de produções como “Caça-Talentos” (1996), infantil protagonizado por Angélica; “Linha Direta” (2005) e “JK” (2006), além das novelas “Viver a Vida” (2009), “Em Família” (2014), “Êta Mundo bom!” (2016) e “Pega-Pega” (2017), seu último trabalho na telinha.

PUBLICIDADE