Morre no Rio o ator e humorista Agildo Ribeiro aos 86 anos

Do Rio Encena

Agildo, com Jefferson Schroeder, foi homenageado na edição 2018 do Prêmio do Humor Foto: Claudia Marques

Morreu na manhã deste sábado, no bairro do Leblon, Zona Sul do Rio de Janeiro, o ator e humorista Agildo Ribeiro. Aos 86 anos, ele vinha convivendo com problemas cardíacos. Até a publicação desta nota, ainda não havia informações sobre velório e sepultamento.

— A notícia é muito triste. Fico feliz de ter conseguido homenageá-lo no prêmio — disse Fábio Porchat, ao jornal O Globo, referindo-se à homenagem que fez a Agildo na edição de 2018 do Prêmio do Humor, do qual é idealizador.

Nascido Agildo da Gama Barata Ribeiro Filho em 23 de abril de 1932, o comediante, que era conhecido como “capitão do riso”, começou no rádio. Já no teatro, seu primeiro trabalho foi em 1953, com a peça “Joãozinho Anda Para Trás”. Depois, trabalhou em cerca de outros 15 espetáculos, entre eles “Se Correr o Bicho Pega, se Ficar o Bicho Come” (1966); “Auto da Compadecida” (1975), o qual também dirigiu; “Agildo Ribeiro” (2002), que tinha texto seu.

Mas foi na TV que o humorista se consagrou. Ele fez parte do elenco de programas pioneiros da TV Globo. Esteve em produções como “O Planeta dos Homens”, “Estúdio A… Gildo”, “Escolinha do Professor Raimundo” e “Zorra Total”. Sua última aparição na telinha foi há cerca de duas semanas com uma participação especial no “Tá no ar: a Tv na TV”.

 

PUBLICIDADE