Monólogo ‘Quero ser Regina’ leva reflexões sobre altos e baixos da carreira artística ao Teatro Café Pequeno

Do Rio Encena

Paula Goja é a idealizadora, autora e protagonista do espetáculo Foto: Anna Cecília Cabral/Divulgação

O glamour até faz parte do universo artístico, mas além – e principalmente antes – de tal etapa, o que não faltam são frustrações, incertezas e muita ralação. Esta é a realidade abordada em “Quero ser Regina”, monólogo que reestreia nesta terça-feira (28), às 20h, no Teatro Café Pequeno, no Leblon. Idealizada, escrita e protagonizada por Paula Goja, a tragicomédia usa a consagrada atriz Regina Duarte – o quê explica o título – como referência e fio condutor para questionar a subjetividade do sucesso e a trajetória difícil até o chamado reconhecimento profissional.

Dirigida por Cristiana Pompeo, Paula interpreta Paola, uma atriz iniciante a ponto de jogar tudo para o alto e desistir da carreira. Ao longo da peça, ela enfrenta diversas situações tragicômicas e delírios existenciais que a levam a se questionar a drástica decisão é o melhor a se fazer.

“Quero Ser Regina” cumpre temporada somente até 20 de dezembro, com apresentações também às quartas, no mesmo horário. A entrada custa a partir de R$ 15 (meia).