‘Minha Vida em Marte’, nova comédia solo de Mônica Martelli, estreia no Teatro dos Quatro

Do Rio Encena

“O Homens são de Marte… E é pra lá que eu vou” foi o primeiro solo de comédia de Mônica Martelli Foto: Divulgação

Caso seja verdade a velha máxima de que a vida imita a arte, ou vice-versa, Mônica Martelli é uma daquelas pessoas com propriedade para se manifestar. Doze anos após estrear “Os Homens são de Marte… E é pra lá que eu vou”, ela volta aos palcos, como atriz e autora, de “Minha Vida em Marte”, comédia que tem como base suas próprias experiências. Dirigido por Susana Garcia, irmã da atriz, o solo estreia no Teatro dos Quatro, na Gávea, nessa sexta-feira (19), às 21h. A temporada vai até 30 de julho, com sessões também aos sábados, no mesmo horário das 21h, e domingos, às 20h.

Cartaz do novo espetáculo solo de Mônica Martelli (Divulgação)

Assistida por cerca de 2,5 milhões de espectadores e ponto de partida para um filme homônimo – que levou 2 milhões de pessoas aos cinemas -, “Os Homens são de Marte…” foi protagonizada por Mônica, então com 36 anos, interpretando Fernanda, uma solteira de 33 que não economizava em nenhum aspecto quando o assunto era a busca pela cara-metade. Já no projeto atual, a personagem, aos 45, é mãe, casada, mas um tanto decepcionada com o que a vida lhe reservou.

Frequentadora de terapia de grupo, Fernanda aproveita a análise para desabafar e expor assuntos de cunho íntimo, como, por exemplo, a falta de tesão ou as tentativas de “trabalhar a relação”. Ao longo das sessões, ela nota que, tratando-se de relações estagnadas, adiar o afeto e acumular mágoas podem ser apenas consequências. Será que a ex-solteirona supera esta crise?