Isadora Ribeiro comemora 30 anos de carreira com quatro sessões do solo ‘Diário de Bordo’ no Teatro Vannucci

Por:

Isadora interpreta três personagens no solo Foto: Divulgação

Depois que apareceu no quadro “Garota do Fantástico” e também na vinheta de abertura do próprio dominical em 1987, Isadora Ribeiro trilhou um carreira que já chega aos 30 anos. E como parte das comemorações pela marca, a atriz paranaense, hoje com 53 anos, estreia o drama solo “Diário de Bordo”, nesta terça-feira (16), às 19h, no Teatro Vannucci, no Shopping da Gávea. Em seguida, ela faz mais uma sessão às 21h e outras duas nos dias 23 e 30 deste mês.

Dirigido por Roberto Innocente, o espetáculo reúne três das cinco crônicas de Maria Sampaio (21), filha mais velha da atriz, publicadas pela Editora Instituto Memória de Curitiba no título “Crônicas de Viagem”. Nestes textos literários, apresentados em formato de esquetes, Isadora interpreta três personagens distintas em lugares do mundo igualmente diferentes: uma idosa que sofre com a solidão e decide se mudar para a Irlanda; uma filha preterida que recomeça a vida em Nova York; uma guia de turismo que confronta um machista no Marrocos.

Com estas histórias, a peça – que faz parte da Mostra Cores da Diversidade-Teatro Paratodos do produtor Guilherme Oliveira – trata de emoções, dramas particulares, crises existenciais e conflitos internos.

Já na TV, Isadora, considerada símbolo sexual no anos 90, não atua desde 2011, quando fez a novela “Amor & Revolução”, no SBT. Antes disso, fez mais de 20 trabalhos na telinha, sendo 17 folhetins, incluindo alguns de grande sucesso como “Mulheres de Areia” (1993), “Explode Coração” (1995) e “Celebridade” (2003), odas da Globo.

PUBLICIDADE