Fita – Festa Internacional de Teatro de Angra dos Reis

Fotos: Divulgação

“Forever Young”
Sessão: 14/09 às 19h30
Local: Palco Sesc (Praia do Anil)
Elenco: Nany People, Renata Ricci, Janaina Bianchi, Will Anderson, Ton Prado, Felipe Catão, Rafael Marão e Marya Bravo
Direção: Jarbas Homem de Mello
Texto: Erik Gedeon
Classificação: 10 anos
Entrada: Entre R$ 5 e R$ 50
Duração: 120 minutos
Capacidade: 1.000 lugares
Sinopse: De forma bonita, poética e bem-humorada, o musical Forever Young aborda seis grandes atores que representam a si mesmos no futuro, quase centenários. Apesar das dificuldades eles continuam cantando, se divertindo e amando. Tudo acontece no palco de um teatro, que foi transformado em retiro para artistas, sempre sob a supervisão de uma enfermeira. Quando ela se ausenta, os simpáticos senhores se transformam e revelam suas verdadeiras personalidades através do bom e velho rock’n’roll e mostram que o sonho ainda não acabou e que eles são eternamente jovens.  A comédia musical consegue relatar não apenas o problema da exclusão social na “melhor idade”, mas também aborda questões sobre a velhice com muito humor e músicas que marcaram várias gerações.

“O Princípio de Arquimedes”
Sessão: 15/09 às 18h
Local: Teatro Municipal (R. Honório Lima, 1 – Centro)
Elenco: Helena Varvaki (atriz convidada), Cirillo Luna, Gustavo Wabner e Alexandre Mofati
Direção: Daniel Dias da Silva
Texto: Josep Maria Miró
Classificação: 16 anos
Entrada: Entre R$ 5 e R$ 30
Duração: 80 minutos
Capacidade: 200 lugares
Sinopse: O Princípio de Arquimedes acontece entre idas e vindas na cronologia dos acontecimentos guiados pelos diálogos entre os personagens Ana (a diretora da escola de natação, papel de Helena Varvaki), Rubens e Heitor (professores de natação, interpretados por Cirillo Luna e Gustavo Wabner) e David (pai de um dos alunos, interpretado por Alexandre Mofati). Pode um gesto de carinho de professor para com um de seus alunos acender todos os alarmes de segurança da sociedade? Quantas versões e pontos de vista compõem a verdade? Devemos nos apoiar na primeira impressão para julgar e condenar alguém? Um comentário numa rede social pode ser determinante para incriminar alguém? Essas e outras respostas o espectador terá que buscar e encontrar em O Princípio de Arquimedes.

“Volta ao lar”
Sessão: 15/09 às 19h30
Local: Palco Sesc (Praia do Anil)
Elenco: Não informado
Direção: Não informado
Texto: Não informado
Classificação: 14 anos
Entrada: R$5 e R$ 50
Duração: 80 minutos
Capacidade: 1.000 lugares
Sinopse: O patriarca Max, seu irmão Sam e seus dois filhos Joey e Lenny vivem numa cidadezinha do interior da Inglaterra. A casa é simples, equipada de forma tosca e percebe-se logo que falta nela um toque feminino. Teddy, o terceiro filho do viúvo Max, casou-se 05 anos e mudou-se com a esposa Ruth para os EUA. Depois de quase 10 anos vem de férias à Itália, o casal surge na casa paterna para uma visita que provocará tensões na relação do clã. De temperamento livre, Ruth com sua sensualidade a flor da pele é quem passa então a dar as cartas num jogo de carências emocionais e mesmo sexuais.

“A Produtora e a Gaivota”
Sessão: 15/09 às 23h
Local: Palco Sesc (Praia do Anil)
Elenco: Jefferson Schroeder
Direção: João Fonseca
Texto: Jefferson Schroeder
Classificação: 12 anos
Entrada: Entre R$ 5 e R$ 50
Duração: 60 minutos
Capacidade: 1.500 lugares
Sinopse: Na peça formada por quatro atos, texto de Jefferson Schroeder, o autor e ator interpreta Meire Sabatine, uma produtora de teatro picareta e divertidíssima que conta sozinha a história de ‘A Gaivota’, de Anton Tchekhov, fazendo todos os personagens. Durante a peça o público vai descobrindo que a produtora Meire, que não gosta de teatro, é “contaminada” e muda de opinião sobre a arte, por conta do desenrolar da história de Tchekhov, conseguindo com isso resolver problemas pessoais com a filha.

“Eu só Queria que você não olhasse pro Lado“
Sessão: 16/09 às 18h
Local: Teatro Municipal (R. Honório Lima, 1 – Centro)
Elenco: Rose Abdalla
Direção: Guta Stresser
Texto: Herton Gratto
Classificação: 14 anos
Entrada: Entre R$5 e R$30
Duração: 50 minutos
Capacidade: 200 lugares
Sinopse: Mulher decide se suicidar devido a tanto ciúmes que sente. Antes disso, em uma banheira, ela confessa todos os crimes cometidos.

“O Leão no Inverno”
Sessão: 16/09 às 19h30
Local: Palco Sesc (Praia do Anil)
Elenco: Regina Duarte, Leopoldo Pacheco, Rafael de Bonna, Filipe Bragança, Camila dos Anjos, Michel Waisman e Sidney Santiago
Direção: John Boudler, Gilberto Rodrigues, Nelton Essi
Texto: James Goldman (adaptação e tradução de Marcos Daud)
Classificação: 12 anos
Entrada: Entre R$ 5 e R$ 50
Duração: 100 minutos
Capacidade: 1.000 lugares
Sinopse: Na meia-idade, mas ainda forte e poderoso, o Rei Henrique II mantém sua esposa, a lendária rainha Eleanor, de Aquitânia, confinada em uma torre, por alta traição. Nas festas de fim de ano, ele a solta e a convida para se juntar à família. Eleanor aproveita a oportunidade e começa a conspirar, pois quer influir na sucessão de Henrique. Ela luta para que seu filho mais velho, Ricardo, o futuro “Coração de Leão”, seja o próximo rei. Henrique, por outro lado, prefere o filho caçula, que ficará, mais tarde, conhecido como João “Sem-Terra”.

“Da Mala que sai”
Sessão: 17/09 às 15h
Local: Teatro Municipal (R. Honório Lima, 1 – Centro)
Elenco: Raphaela Tafuri, Lilian de Mattos e Walney Gomes
Direção: Raphaela Tafuri e Walney Gomes
Texto: Raphaela Tafuri, Julia Ludolf e Walney Gomes
Classificação: Livre
Entrada: Entre R$5 e R$30
Duração: 50 minutos
Capacidade: 200 lugares
Sinopse: A peça mostra o dia a dia do “Trio Popular”, um grupo teatral composto por três atores muito criativos e brincalhões que fazem teatro pelo mundo afora e estão sempre a vagar levando arte para todos, em todos os cantos. Por serem itinerantes andam sempre carregados de malas e suas malas, portanto, são suas casas. Em cada lugar que escolhem para apresentar uma peça, criam uma história diferente, se divertem com as surpresas que surgem por nunca saberem o que vai acontecer no momento da criação. O curioso é que a partir de suas malas pessoais de viagem vão descobrindo objetos que podem se transformar e significar muitas coisas. Além dos atores criarem seus personagens a partir dos objetos tirados de suas malas, também convidam o público a imaginar junto com eles e até a criar personagens. A brincadeira, a criatividade e as surpresas são essenciais para o “Trio Popular” criar boas histórias.

“Emilinha”
Sessão: 17/09 às 19h30
Local: Palco Sesc (Praia do Anil)
Elenco: Stella Maria Rodrigues e Fabrício Negri
Direção: Stella Maria Rodrigues
Texto: Thereza Falcão
Classificação: Livre
Entrada: Entre R$5 e R$50
Duração: 70 minutos
Capacidade: 1.000 lugares
Sinopse: Neste musical, Stella Maria Rodrigues revive episódios emblemáticos da história de Emilinha, uma das rainhas do rádio do país. Clássicos da MPB, boleros românticos e inesquecíveis marchinhas de carnaval. Grandes sucessos como Chiquita Bacana, Escandalosa, Asa Branca, Quem Parte Leva, Se Queres Saber, Mulata Yê, Yê, Yê, dentre outras músicas que marcaram época no Brasil.

“O Pequeno Príncipe Preto”
Sessão: 18/09 às 11h; 14h; 15h30
Local: Teatro Municipal (R. Honório Lima, 1 – Centro)
Elenco: Junior Dantas
Direção: Rodrigo França
Texto: Junior Dantas
Classificação: Livre
Entrada: Entre R$5 e R$30
Duração: 45 minutos
Capacidade: 200 lugares
Sinopse: O espetáculo infantojuvenil O Pequeno Príncipe Preto conta a história de um príncipe que percorre diferentes planetas em uma jornada de entendimento sobre a importância da valorização da sua cultura e descobre o quanto é bonita a diversidade de cada povo. Em suas viagens, o Príncipe tem como objetivo espalhar as sementes da Baobá, árvore milenar do seu planeta, que lhe ensinou o conceito de UBUNTU: eu sou porque nós somos. Em cada planeta que passa, o Príncipe transmite o UBUNTU à personagens que encontra, evidenciando a importância dessas sementes também para outros povos.

“Vou Deixar de ser Feliz por Medo de Ficar Triste?”
Sessão: 18/09 às 19h30
Local: Palco Sesc (Praia do Anil)
Elenco: Paula Burlamaqui, Yuri Ribeiro, Vitor Thiré e Jujuba Cantador
Direção: Jorge Farjalla
Texto: Yuri Ribeiro
Classificação: 12 anos
Entrada: R$5 e R$50
Duração: 70 minutos
Capacidade: 1.000 lugares
Sinopse: Se valendo da atualidade do tema, Yuri Ribeiro, que também está como ator, resolveu transformar sua experiência de vida em espetáculo teatral. O espetáculo aborda as várias fases de um relacionamento amoroso, prometendo deliciosas risadas e muita reflexão.

“Filhote de Cruz Credo”
Sessão: 19/09 às 11h; 14h; 15h30
Local: Teatro Municipal (R. Honório Lima, 1 – Centro)
Elenco: Eduardo Katz, Priscila Assum e João Lucas Romero
Direção: Isaac Bernat
Texto: Fabrício Carpinejar
Classificação: Livre
Entrada: Entre R$5 e R$30
Duração: 60 minutos
Capacidade: 200 lugares
Sinopse: Espetáculo infanto-juvenil que conta a história do bullying sofrido pelo escritor Fabrício Carpinejar na sua infância. Como ele era fisicamente muito feio, convivia com todo tipo de apelidos e piadas, que o tornaram um menino triste e solitário.  Mas o pequeno Fabrício consegue virar o jogo quando passa a ter senso de humor e a brincar com a sua condição, tornando-se querido por todos. A trilha sonora é uma tremenda seleção de músicas do repertório de Erasmo Carlos.

“Favela 2 – A Gente não Desiste”
Sessão: 19/09 às 19h30
Local: Palco Sesc (Praia do Anil)
Elenco: Thiago Justino, Vilma Melo, Sarito Rodrigues, Dério Chagas,  Renata Tavares,  Hugo Moura, Tito Sant’anna, Cinthia Andrade, Dja Martins, Leandro Santanna, Paula Pardon, Dilene Prado, Ana Paula Guevedo, Natalio Maria, Helena Giffonni, Jeferson Melo, Daniel Almeida, Henrique Sathler, Walace Fortunato, Julio Nunes, Gisele Castro, Claudia Leopoldo, Vinicius Rodrigues, Hugo Carvalho, Jorge Jeronymo, Peterson Christopher, Maria Zenayde
Direção: Marcio Vieira
Texto: Romulo Rodrigues
Classificação: 14 anos
Entrada: Entre R$5 e R$50
Duração: 80 minutos
Capacidade: 1.000 lugares
Sinopse: O espetáculo é uma continuação das histórias de “Favela”, grande sucesso que levou cerca de 80 mil pessoas ao teatro. O humor continua presente durante toda a peça, mas tudo se encaminhando para um pedido de atenção e cuidado com os moradores das favelas. Em cena, teremos personagens cômicos e dramáticos que falam de temas muito atuais como empoderamento feminino, corrupção, violência nas favelas, o mau uso da internet, entre outros assuntos bem atuais. 

“Makuru – Um Musical de Ninar”
Sessão: 20/09 às 15h
Local: Palco Sesc (Praia do Anil)
Elenco: Ester Elias, Janaína Azevedo, José Mauro Brant e Lilian Valeska (atriz convidada); Músicos: Paula Martins (flauta), Débora Cheyne (viola), Cássia Menezes (violoncelo), Tibor Fittel (acordeon)
Direção: José Mauro Brant
Texto: José Mauro Brant
Classificação: Livre
Entrada: Entre R$5 e R$50
Duração: 50 minutos
Capacidade: 1.000 lugares
Sinopse: A peça reúne música ao vivo, belas canções e personagens folclóricos para contar a história de uma família que enfrenta vários desafios sempre que tenta colocar para dormir o pequeno Makuru. A família, no entanto, não sabe que seres mágicos vivem sobre o telhado da casa – a Murucututu, a Tutu e o João Pestana – e que tentam, a todo custo, escapar do esquecimento.

“Cafona, sim. E daí?”
Sessão: 20/09 às 19h30
Local: Palco Sesc (Praia do Anil)
Elenco: Antonio Feio, Luciana Victor, Claudia Ribeiro, Marcelo Capobiango, Nívia Terra e Orlando Leal
Direção: Alexandre Lino
Texto: Daniel Porto
Classificação: 16 anos
Entrada: Entre R$5 e R$50
Duração: 100 minutos
Capacidade: 1.000 lugares
Sinopse: Um grupo de atores se prepara para estrear “Cafona Sim, e daí”. No primeiro ato, o público acompanha toda a preparação desta montagem – as relações, crises e alegrias vividas nos bastidores. O segundo ato é um meta-teatro, onde o público assiste ao espetáculo dentro do espetáculo.

“O Porteiro”
Sessão: 20/09 às 21h45
Local: Teatro Municipal (R. Honório Lima, 1 – Centro)
Elenco: Alexandre Lino
Direção: Paulo Fontenelle
Texto: Paulo Fontenelle
Classificação: 16 anos
Entrada: Entre R$5 e R$30
Duração: 16 anos
Capacidade: 200 lugares
Sinopse: Diante do não comparecimento do síndico a uma reunião de condomínio onde Waldisney trabalha, o porteiro assume o controle da situação. O novo monólogo de Alexandre Lino é considerado pela crítica especializada como uma das melhores comédias do ano.

“O Choro de Pixinguinha”
Sessão: 21/09 às 15h
Local: Palco Sesc (Praia do Anil)
Elenco: Ana Velloso, Vera Novello, Patrícia Costa, Édio Nunes e Milton Filho
Direção: Sérgio Módena
Texto: Ana Velloso e Vera Novello
Classificação: Livre
Entrada: Entre R$5 e R$50
Duração: 60 minutos
Capacidade: 1.000 lugares
Sinopse: No musical “O Choro de Pixinguinha”, os meninos Júnior, Marilú, Beto, Bianca e Lucinha – personagens da Trilogia anterior – voltam à cena. Dessa vez, Marilú e Bianca, colegas de turma na escola, estão empenhadas em seu trabalho da aula de música, cujo tema é nada menos do que – Pixinguinha. As meninas, muito estudiosas, não se contentam em fazer apenas uma redação ou um cartaz. Então, chamam os amigos para ajudar a encenar uma “peça” sobre o genial Pixinguinha. A partir daí, a garotada pesquisa as histórias e os sons do Moleque Pizindin (apelido que na língua natal de sua avó africana, significava “menino bom”). Vai surgindo então, aos olhos da plateia um “espetáculo” elaborado por “crianças”, sobre Pixinguinha, apresentando histórias, músicas e arranjos desse grande artista. Com um olhar infantil, os aspectos da vida e da música de Pixinguinha são apresentados de forma a despertar, no público infantil, curiosidade e interesse pela obra deste mestre. O “Chorinho”, gênero a que o Mestre dedicou a maior parte de sua vasta produção, terá destaque especial.

“Kid Morengueira – Olha o Breque!”
Sessão: 21/09 às 19h30
Local: Palco Sesc (Praia do Anil)
Elenco: Édio Nunes
Direção: Sérgio Módena
Texto: Andreia Fernandes e Ana Velloso
Classificação: 14 anos
Entrada: Entre R$5 e R$50
Duração: 80 minutos
Capacidade: 1.000 lugares
Sinopse: O espetáculo é uma grande homenagem a Moreira da Silva, ícone da música brasileira, que fez do samba de breque a sua marca registrada, sendo considerado um dos inventores e grande divulgador do gênero. No palco, Édio Nunes vive a malandragem de Moreira em cenas que misturam a biografia do cantor com a crônica da cidade que cantou em verso e prosa. Um homem de origem simples, um malandro à moda antiga, que pode parecer até politicamente incorreto para alguns, mas que fazia do humor sua navalha fina e implacável, um antídoto até contra ele mesmo. Criou Kid Morengueira, um personagem de si próprio que vive no imaginário popular, personificando o bom malandro, o brasileiro que apesar das dificuldades, encara a vida com bom humor, criatividade e alegria.

“Borra da Café”
Sessão: 21/09 às 21h45
Local: Teatro Municipal (R. Honório Lima, 1 – Centro)
Elenco: Grupo Artêros
Direção: Grupo Artêros
Texto: Grupo Artêros
Classificação: 14 anos
Entrada: Entre R$5 e R$30
Duração: 14 anos
Capacidade: 200 lugares
Sinopse: Enquanto tentam desesperadamente saírem da situação em que se encontram e recuperarem os fragmentos de si mesmo que se perderam em meio ao caos, sentimentos e recordações vão sendo revelados. Em Borra de Café, o Grupo Artêros mescla teatro, performances e música para viver e contar a história de seis pessoas intensas e complexas que chegaram na linha final e vivem um paradoxo em busca da redenção.

“Atrevido”
Sessão: 21/09 às 23h
Local: Palco Sesc (Praia do Anil)
Elenco: Gustavo Mendes
Direção:
Texto: Gustavo Mendes
Classificação: 14 anos
Entrada: Entre R$5 e R$50
Duração: 80 minutos
Capacidade: 1.000 lugares
Sinopse: Gustavo Mendes tem mais de 20 milhões de visualizações no youtube, sua interpretação da presidenta Dilma se transformou num fenômeno nas redes sociais. Em ”Atrevido”, mostra um artista mais maduro, com uma carreira solidificada e muitas histórias para contar. Gustavo tem muita experiência nos palcos e sabe deixar a plateia a vontade.

“As Malditas”
Sessão: 22/09 às 18h
Local: Teatro Municipal (R. Honório Lima, 1 – Centro)
Elenco: Júnior Dantas e Maykon Renan
Direção: Adrén Alves
Texto: Saulo Queiroz
Classificação: 12 anos
Entrada: Entre R$5 e R$30
Duração: 70 minutos
Capacidade: 200 lugares
Sinopse: “As Malditas“é uma tragicomédia baseada na relação entre duas irmãs: Margarida e Rosa. A primeira, uma analfabeta, viúva, pobre e fanática por religião; a segunda, uma professora universitária aposentada, apreciadora de música clássica e paralítica. O diálogo começa com trivialidades entre as personagens. O enredo torna-se mais denso, com cada personagem esmiuçando seus dramas e expectativas frustradas na vida. As duas evidenciam a dualidade drama/comédia presente o tempo todo no espetáculo. Até que o destino fez a desfeita de uni-las sob um mesmo teto. Numa convivência em pé de guerra, as duas lavam a roupa suja no palco, para o deleite da plateia.

“Elizeth – A Divina”
Sessão: 22/09 às 19h30
Local: Palco Sesc (Praia do Anil)
Elenco: Izabella Bicalho
Direção: Sueli Guerra
Texto: Cora Carvalho
Classificação: 12 anos
Entrada: Entre R$5 e R$50
Duração: 75 minutos
Capacidade: 1.000 lugares
Sinopse: O musical apresenta a vida de Elizeth, expressando sua força poética por meio da música, humor e elegância, marcas registradas de sua personalidade. Servem de inspiração para a criação desse espetáculo: a carreira da artista, os grandes encontros, as histórias de superação e paixões. Destaque para a gravação de “Canção de Amor”, seu primeiro sucesso em disco de 78 rpm, em 1950, assim como: “É um luxo só, “Na batucada da Vida”, Mulata Assanhada”, entre outros sucessos. Além de rememorar o inesquecível show em 1968 no Teatro João Caetano com o Zimbo Trio, Jacob do Bandolim e o Época de Ouro.

“Os Homens Querem Casar, as Mulheres Querem Sexo2”
Sessão: 22/09 às 23h
Local: Palco Sesc (Praia do Anil)
Elenco: Carlos Simões e Drika Mattos
Direção: Carlos Simões
Texto: Carlos Simões
Classificação: 14 anos
Entrada: Entre R$5 e R$50
Duração: 80 minutos
Capacidade: 1.000 lugares
Sinopse: Após dez anos em cartaz, chega a segunda parte de Os Homens Querem Casar e As Mulheres Querem Sexo 2. A comédia conta a história de Jonas (Carlo Simões) e sua busca desastrada pela mulher perfeita e nesse processo, encontra Deus (Drika Mattos) e descobre que além de ser mulher, é cearense. Deus então propõe a Jonas a passar a sentir tudo que as mulheres sentem para entender a visão feminina sobre o universo masculino.

“Confissões de um Senhor de Idade”
Sessão: 23/09 às 18h
Local: Teatro Municipal (R. Honório Lima, 1 – Centro)
Elenco: Flavio Migliaccio e Luciano Paixão.
Direção: Flavio Migliaccio
Texto: Flavio Migliaccio
Classificação: 10 anos
Entrada: Entre R$5 e R$30
Duração: 55 minutos
Capacidade: 200 lugares
Sinopse: Num diálogo bem-humorado com Deus, Flávio conta suas histórias, experiências, Memórias, saudades e até tristezas, tudo com o bom humor que sempre foi sua marca. Detalhes da vida íntima do artista também serão revelados – uma forma de presentear o público, em agradecimento ao carinho recebido pela comemoração dos seus 60 anos de carreira. 

“O escândalo Philippe Dussaert”
Sessão: 23/09 às 19h30
Local: Palco Sesc (Praia do Anil)
Elenco: Marcos Caruso
Direção: Fernando Philbert
Texto: Jacques Mougenot
Classificação: 12 anos
Entrada: Entre R$5 e R$50
Duração: 80 minutos
Capacidade: 1.000 lugares
Sinopse: Monólogo com Marcos Caruso – O Escândalo Philippe Dussaert conta a história do pintor Philippe Dussaert, nascido no norte da França em 1947, que perseguiu obstinadamente em sua trajetória o sentido mais profundo do minimalismo. Um texto que investiga com fino humor os limites da arte contemporânea e as polêmicas em torno do assunto, através da história de um escândalo do pintor francês Philippe Dussaert.

“Jogo!”
Sessão: 24/09 às 11h; 14h; 15h30
Local: Teatro Municipal (R. Honório Lima, 1 – Centro)
Elenco: Ana Carolina, Sauwen Matheus Lima, Tiago Quites e Camila Nhary
Direção: Bando de Palhaços
Texto: Ana Carolina, Sauwen Matheus Lima, Tiago Quites e Camila Nhary
Classificação: Livre
Entrada: Entre R$5 e R$30
Duração: 50 minutos
Capacidade: 200 lugares
Sinopse: Espetáculo do grupo Bando de Palhaços, vencedor do prêmio CBTIJ 2016 na categoria Melhor Coletivo de Atores, realiza uma viagem pelo mundo dos esportes, numa emocionante e divertida partida na qual, muito mais importante do que ganhar ou perder, é o prazer de jogar. Com uma trilha sonora composta por músicas clássicas, e fortemente inspirado na estética dos desenhos animados antigos, trata-se de um espetáculo que agrada não somente às crianças, mas a todo o público que o assiste.

“O que se Leva da Vida”
Sessão: 24/09 às 16h
Local: Casa Larangeiras (Praça Zumbi dos Palmares – Centro) – 1ª Mostra Paralela
Elenco: Felipe Santana, Juliette Lima, Thiago Aquino, Iara Inácio e Paloma Amorim
Direção: Bruno Carlos
Texto: Bruno Carlos
Classificação: 10 anos
Entrada: Franca (ingressos distribuídos 1h antes do início do espetáculo)
Duração: 60 minutos
Capacidade: Não informada
Sinopse: O que se leva da vida” é uma comédia que se passa durante um ensaio geral. Prestes a entrarem em cena, o elenco começa a se desentender, ao invés de ensaiar eles decidem encenar outras histórias que abordam de forma bem humorada a maneira que todos nós levamos a vida. Usando de recursos simples, em cena, os atores tem o apoio de seis cadeiras e um quadrado que delimita o espaço cênico, as cenas são desenvolvidas a partir de jogos teatrais e os atores se revezam entre narrador e personagem. Mas será necessário que os atores se entendam antes que toque o terceiro sinal.

“Seu Amor, meu Destino”
Sessão: 24/09 às 17h
Local: Teatro Municipal (R. Honório Lima, 1 – Centro)
Elenco: Larissa Batista, Augusto Lima, Carlos Godinho, Márcia Teixeira, Aléf Gabriel, Jefferson de Souza, Patrícia Fonseca
Direção: Maykon Renan
Texto: Robson Jasmim
Classificação: 14 anos
Entrada: Franca (ingressos distribuídos 1h antes do início do espetáculo)
Duração: 60 minutos
Capacidade: 200 lugares
Sinopse: A peça narra a história de Nando um jovem rapaz que acaba de entrar para a faculdade, onde começa a conviver com Carlos, Willian e Manuel, lá alguns deles perdem o foco dos estudos para sair à noite, dando um giro em suas vidas, perdendo o sentido do certo e do errado, colocando um futuro promissor em risco. Nando um dos rapazes dedicados cai na armadilha da noite, onde acaba se envolvendo com Verônica, tornando sua vida em múltiplos sofrimento e arrependimento.

“Hamlet”
Sessão: 24/09 às 19h30
Local: Palco Sesc (Praia do Anil)
Elenco: Patrícia Selonk, Ricardo Martins, Marcos Martins, Lisa Eiras, Jopa Moraes, Isabel Pacheco e Luiz Felipe Leprevost
Direção: Paulo de Moraes
Texto: Willian Shakespeare (tradução de Maurício Arruda Mendonça)
Classificação: 14 anos
Entrada: Entre R%5 e R$50
Duração: 90 minutos
Capacidade: 1.000 lugares
Sinopse: Hamlet é o príncipe da Dinamarca. Apenas um mês separa a morte repentina e inexplicável de seu pai e o novo casamento de sua mãe. O príncipe tem visões de seu pai, que afirma que foi envenenado pelo irmão, e exige que Hamlet se vingue e mate o novo Rei (seu tio e padrasto). Hamlet se finge de louco para esconder seus planos, e vai perdendo o controle sobre sua própria realidade no meio deste processo. Ou seja, a invenção teatral do século XVI de um príncipe que fingia loucura e o espírito inflamado do nosso século entraram inevitavelmente em colisão. Já não há mais fingimento. A loucura de Hamlet tornou-se a loucura do mundo.

“Lima Entre nós”
Sessão: 24/09 às 21h45
Local: Teatro Municipal (R. Honório Lima, 1 – Centro)
Elenco: Leandro Santanna
Direção: Marcia do Valle
Texto: Leandro Santanna e Marcia do Valle
Classificação: 12 anos
Entrada: Entre R$5 e R$30
Duração: 60 minutos
Capacidade: 200 lugares
Sinopse: O monólogo interpretado pelo ator Leandro Santanna é um tributo ao escritor e cronista Lima Barreto e conta com a direção de Marcia do Valle. A atualidade da obra do autor é o mote do espetáculo solo, que pretende despertar reflexões e debates sobre o papel do negro na literatura e na cultura do Brasil.

“A Menina e a Árvore”
Sessão: 25/09 às 11h; 14h; 15h30
Local: Teatro Municipal (R. Honório Lima, 1 – Centro)
Elenco: Dio Cavalcanti, Helena Marques, Mariana Fausto e Tiago Quites
Direção: Matheus Lima
Texto: Matheus Lima
Classificação: Livre
Entrada: Entre R$5 e R$30
Duração: 50 minutos
Capacidade: 200 lugares
Sinopse: Uma menina de uma cidadezinha do interior decide ir além dos limites da fazenda onde vive com a mãe, o irmão e o avô, e acaba encontrando em seu caminho uma flor murcha, porém mágica. Daí em diante, ela mergulha num universo desconhecido de aventuras na tentativa de salvar a pequena grade árvore. No caminho, desbravado com muita coragem, curiosidade e descoberta, passa por montanhas íngremes, riachos, encontra peixes, lobos, pássaros e uma floresta soturna cheia de mistérios. 

“Auto do Trabalhador”
Sessão: 25/09 às 16h
Local: Casa de Larangeiras (Praça Zumbi dos Palmares – Centro) – 1ª Mostra Paralela
Elenco: Alunos da oficina de teatro #PrimeiroAto
Direção: Maykon Renan
Texto: João Siqueira
Classificação: 12 anos
Entrada: Franca (Distribuição de ingressos 1h antes do início do espetáculo)
Duração: 60 minutos
Capacidade: Não informada
Sinopse: Retrata a história de José e Maria, um casal de nordestinos que tem sua vida de sofrimento modificada quando um anjo carteiro visita Maria e anuncia que ela terá um filho e, junto com José, terá que ir para o Rio de Janeiro. Chegando ao Rio, o casal vai até a casa de seus primos, Isabel e Zacarias, mas antes é revistado por policiais e bandidos, que dão aos dois a permissão de subirem à favela onde moram os parentes. No Rio, o casal procura emprego e não encontra e Maria acaba tendo o filho numa fila do INSS.

“Dançando no Escuro”
Sessão: 25/09 às 19h30
Local: Palco Sesc (Praia do Anil)
Elenco: Juliane Bodini, Luis Antonio Fortes, Andrêas Gatto, Caroina Pismel, Daniel Brasil, Julia Gorman, Lucas Gouvêa, Marino Rocha e Suzana Nascimento
Direção: Dani Barros
Texto: Patrick Ellsworth (adaptado do filme homônimo de Lars von Trier)
Classificação: 14 anos
Entrada: Entre R$5 e R$50
Duração: 120 minutos
Capacidade: 1.000 lugares
Sinopse: Única adaptação autorizada do clássico filme estrelado por Bork, Dançando no Escuro conta a história de Selma Jezková, uma imigrante tcheca que se muda para os EUA com seu filho Gene, um garoto de doze anos. Ela tem uma doença hereditária degenerativa que a faz peder a visão, algo que também vai acontecer com seu filho. Ao saber que nos EUA existem médicos que podem operar Gene, foi o suficiente para fazê-la imigrar para o país. Selma aluga um trailer na propriedade de Bill e sua esposa Linda, seus vizinhos, onde vive humildemente. Trabalha exaustivamente em uma fábrica com sua melhor amiga Carmen e guarda tudo o que ganha para a cirurgia que evite que seu filho sofra do mesmo destino. Mas quando Bill se vê em dificuldades financeiras rouba o dinheiro que Selma tinha economizado duramente. O roubo é o ponto de partida para trágicos acontecimentos.

“As Aventuras de Kassilda e Alfredo”
Sessão: 25/09 às 23h
Local: Casa de Cultura Poeta Brasil dos Reis (Rua do Comércio Centro)
Elenco: Emily Passos, Marcos Felipe, Iria Paula, Lucya Rocha e Winny Rocha
Direção: Lucya Rocha
Texto: Lucya Rocha
Classificação: Livre
Entrada: Franca (Distribuição de ingressos 1h antes do início do espetáculo)
Duração: 60 minutos
Capacidade: Não informada
Sinopse: O texto conta a historia de dois jovens apaixonados , Kassilda uma moça humilde do campo e Alfredo , Rapaz humilde também do campo. Kassilda tem uma mãe e o Irmão Genaro, a mãe sonha em ver Kassilda casada com um homem rico, que possa da a ela uma vida melhor , “chega de cortar lenha”, o Irmão também deseja o mesmo , para a Irma, e pra ele , é claro. Alfredo tem na amiga Toinha , com quem chorar suas lamentações , amiga fiel e sempre pronta para ajudar. Kassilda e Alfredo não conseguem ficar sozinhos , a mãe esta sempre perto , Alfredo tenta de tudo , faz serenata , cai nas artimanhas do capetinha e nada , ela só pode casar com um homem rico e Alfredo e Pobre e não tem nem onde cair morto. A amiga de todas as horas , Toinha diz a Alfredo para rezar para Padim Cícero , ele reza com muita Fé. O Padim Cicero diz a Alfredo que ele vai fica rico e casar com Kassilda , porem , ele tem uma missão. A historia segue com muita diversão.

“O Pulgo e o Elefante”
Sessão: 26/09 às 11h, 14h e 15h30
Local: Teatro Municipal (R. Honório Lima, 1 – Centro)
Elenco: Dany Stenzel, Carolina Laura e João Vitor Novaes
Direção: Tom Pires
Texto: Alexandra Velásquez (adaptado do original de Carlos Drummond de Andrade)
Classificação: Livre
Entrada: Entre R$5 e R$30
Duração: 60 minutos
Capacidade: 200 lugares
Sinopse: Linda história de amizade entre um ELEFANTE e um PULGO, que atravessam desertos, enfrentam inimigos e, por fim, encontram a felicidade no elixir do amor: O Elefante se apaixona por Zanzul, a mais bela elefanta africana, e o PULGO não faz por menos ao encontrar sua parceira ideal, Quéria, a pulga azul. Uma história recheada de aventuras no deserto Africano, descobertas e aprendizados. No espetáculo os atores Carolina Laura, João Vitor Novaes e Dany Stenzel executam, ao vivo, músicas inéditas criadas para a montagem.

“Confusões de Adolescentes”
Sessão: 26/09 às 16h
Local: Casa Larangeiras (Praça Zumbi dos Palmares – Centro) – 1ª Mostra Paralela
Elenco: Robson Jasmim, Luana Minair, Leonardo Albertassi, Juliana Vicente, Augusto Lima, Laryssa Baptista, Laura Proença, Samile Crispim, Renato Romero, Mikhaly Ylahkim e Márcia Teixeira
Direção: Zélio Nascimento
Texto: Zélio Nascimento
Classificação: 16 anos
Entrada: Franca (Distribuição de ingressos 1h antes do início do espetáculo)
Duração: 60 minutos
Capacidade: Não informada
Sinopse: As primeiras paixões, o primeiro beijo, as desilusões amorosas e também na vida, além de todas as experiências do cotidiano de um grupo de jovens, que ainda estão a descobrir as desventuras da vida é o enredo da peça “Confusões dos Adolescentes”, que teve sua escrita iniciada há 19 anos, e totalmente repaginada agora pelo autor que também assina a direção do espetáculo, Zelio Nascimento.

“A Vida não é um musical – O Musical”
Sessão: 26/09 às 19h30
Local: Palco Sesc (Praia do Anil)
Elenco: Daniela Fontan, Thelmo Fernandes, Augusto Volcato, Ester Dias, Flora Menezes, Ingrid Gaigher, Joana Mendes, Marcelo Nogueira, Nando Brandão e Udylê Procópio
Direção: João Fonseca e Leandro Muniz
Texto: Leandro Muniz
Classificação: 16 anos
Entrada: Entre R$5 e R$50
Duração: 110 minutos
Capacidade: 1.000 lugares
Sinopse: A vida não é um musical – O musical” satiriza o universo dos contos de fadas da Disney e o atual cenário político. Com um humor ágil e inteligente, o espetáculo conta a história de Liz, uma menina criada em um vale encantado que ao chegar em uma cidade grande se depara com a violência, a pobreza e outros problemas do mundo real.

“Lololendi”
Sessão: 27/09 às 15h
Local: Palco Sesc (Praia do Anil)
Elenco: Heloísa Périssé, Vitor Thiré, Giovana Galdino, Giulia Gatti,Julia Freitas, Leticia Japiassu, Rafa Mezadri, Samuel Scaciotti, Vitoria da Silva, Johayne Hildefonso, Alexandre Guimarães e Thaisa Violati
Direção: Paulo Dimantas
Texto: Heloísa Périssé
Classificação: Livre
Entrada: Entre R$5 e R$50
Duração: 60 minutos
Capacidade: 1.000 lugares
Sinopse: No musical, Lolô é ex-dona da cantina de uma escola, que fecha por causa da crise. Pressionada pelas dívidas e por Leleco Casas (Vitor Thiré) – rico proprietário de vários imóveis da região, que faz de tudo para comprar a casa que é da família dela há várias gerações –, Lolô resolve virar cuidadora de crianças e resgatar brincadeiras da sua época como pique esconde, pique pega e pula bandeira. Ao perceber e despertar o talento e as habilidades de cada criança em áreas como esportes, moda, culinária, música e contação de histórias, Lolô faz de sua casa – que, desde pequena, acredita ser encantada – um lugar de magia e diversão, o sonho de qualquer criança: a Lololendi.

“Orgulho Nordestinos”
Sessão: 27/09 às 16h
Local: Casa Larangeiras (Praça Zumbi dos Palmares – Centro) – 1ª Mostra Paralela
Elenco: Amanda Neves, André Oliveira, Fabiana Mayrinck, Jader Carlos, João Victor, Laís Cruz, Márcia Mística, Mayane Rocha e Wanderson Valente; participação especial: Quadrilha junina Coração Caipira
Direção: Arundo Terceiro
Texto:
Classificação: Livre
Entrada: Franca (Distribuição de senhas 1h antes do início do espetáculo)
Duração: 60 minutos
Capacidade: Não informada
Sinopse: Você já foi a uma festa junina no nordeste!? Cheia de gente bonita e de cabras da peste!? Então vai se emocionar com a riqueza da literatura de cordel, danças, cores, danças folclóricas nordestinas e alegria do seu povo que é seu maior orgulho.

“Loloucas”
Sessão: 27/09 às 19h30
Local: Palco Sesc (Praia do Anil)
Elenco: Heloísa Périssé e Maria Clara Gueiros
Direção: Otávio Müller
Texto: Heloísa Périssé
Classificação: 12 anos
Entrada: Entre R$5 e R$50
Duração: 80 minutos
Capacidade: 1.000 lugares
Sinopse: As reflexões que costumam acompanhar a entrada na casa dos 50 anos podem gerar mudanças, crises e às vezes grandes transformações. Com a atriz, autora e roteirista Heloísa Périssé o resultado foi a comédia Loloucas (em alusão a seu apelido, Lolô), que também exalta a amizade – com a parceira de longa data Maria Clara Gueiros, com quem divide o palco, e Otávio Muller, diretor da montagem. As atrizes dão vida a duas velhinhas para falar, com humor, sobre a inexorável passagem do tempo e os laços que as unem.

“Entonces Bailemos”
Sessão: 27/09 às 21h45
Local: Teatro Municipal (R. Honório Lima, 1 – Centro)
Elenco: Elisa Pinheiro, Leonardo Netto, Alex Nader e Marina Vianna
Direção: Martín Flores Cárdenas
Texto: Martín Flores Cárdenas (tradução de Paloma Vidal)
Classificação: 12 anos
Entrada: Entre R$5 e R$30
Duração: 60 minutos
Capacidade: 1.000 lugares
Sinopse: Dois atores e duas atrizes, acompanhados por um músico cowboy, narram diferentes histórias de amor e dor, de perdas e ganhos, da solidão e da eterna busca do outro. Os relatos são permeados por canções embaladas por este músico e sua guitarra acústica. Histórias que poderão ser compreendidas por diferentes pontos de vista pelo público. Anedotas anônimas sobre memórias de amores frustrados, casais à deriva e relacionamentos à beira do fracasso.

“Bituca – Milton Nascimento para Crianças”
Sessão: 28/09 às 15h
Local: Palco Sesc (Praia do Anil)
Elenco: Udylê Procópio, Martina Blink, Aline Carrocino, Anna Paula Black, Marina Mota e Pedro Henrique Lopes
Direção: Diego Morais
Texto: Pedro Henrique Lopes
Classificação: Livre
Entrada: Entre R$5 e R$50
Duração: 55 minutos
Capacidade: 1.000 lugares
Sinopse: Inspirado na vida e na obra de Milton Nascimento, o musical infantil expõe em cena a ternura e os desafios inerentes ao processo de adoção e as dificuldades de inserção de uma criança negra em um ambiente majoritariamente branco.

“Colegial”
Sessão: 28/09 às 16h
Local: Casa Larangeiras (Praça Zumbi dos Palmares – Centro) – 1ª Mostra Paralela
Elenco:
Direção:
Texto:
Classificação: 12 anos
Entrada: Franca (Distribuição de ingressos 1h antes do início do espetáculo)
Duração: 60 minutos
Capacidade: Não informada
Sinopse: Ao voltar das férias para mais um ano letivo, os integrantes do grupo de dança da escola recebem uma tarefa, ensaiar uma apresentação para a festa de boas vindas do colégio, o que é um enorme problema, pôs dentro do próprio grupo há rivalidade entre eles, e não conseguem ficar um minuto sem alfinetar um ao outro. O espetáculo promete arrancar várias risadas do público e abordar assuntos importante, como bullying, homofobia dentre outros assuntos.

“O Diário de Jim”
Sessão: 28/09 às 16h
Local: Teatro Municipal (R. Honório Lima, 1 – Centro)
Elenco: Treison Lohan
Direção: Jadson Rodrigues
Texto: Treison Lohan
Classificação: 18 anos
Entrada: Franca (Distribuição de senhas 1h antes do início do espetáculo)
Duração: 60 minutos
Capacidade: 200 lugares
Sinopse: Jim é um jovem de 17 anos que sonha em se tornar um jogador de basquete profissional. Criado por pais separados, ele vive apenas com o dinheiro da pensão. Jim é muito ligado à mãe – que é a sua fortaleza – com isso o jovem sempre acaba conseguindo o que quer. Ele faz parte do time de basquete juvenil de sua escola; e desse time saíram também os seus amigos, com quem vive histórias e momentos de diversão e de conflitos. Em certo momento, Jim aceita experimentar drogas… Não demora muito para o rapaz se viciar, o que leva o enredo a se desenvolver e rumar para um final surpreendente.

“Nara – A Menina Disse Coisas”
Sessão:28/09 às 19h30
Local: Palco Sesc (Praia do Anil)
Elenco:Aline Carrocino e Marcos França
Direção: Priscila Vidca
Texto: Hugo Sukman e Marcos França
Classificação:Livre
Entrada: Entre R$5 e R$50
Duração:90 minutos
Capacidade: 1.000 lugares
Sinopse: A peça aborda momentos marcantes da vida de Nara Leão usando mais de 15 canções, todas significativas do seu repertório. O ponto de partida é um show de Carlos Lyra nos anos 80, quando o cantor é surpreendido pela presença de Nara na plateia. Ela sobe ao palco e, na hora de cantar, tem um dos seus lapsos de memória, mais e mais comuns. Essa característica é o artifício para a primeira das muitas mudanças de tempo na trama.

“Desenlace” (Atração internacional)
Sessão: 28/09 às 21h45
Local: Teatro Municipal (R. Honório Lima, 1 – Centro)
Elenco: Florencia Bergallo, Virginia Garófalo, Rakhal Herrero, Javier Pedersoli e Fernando Tur
Direção: Martín Flores Cárdenas
Texto: Martín Flores Cárdenas e Santiago Loza
Classificação: 18 anos
Entrada: Entre R$5 e R$30
Duração: 60 minutos
Capacidade: 200 lugares
Sinopse: Como em trabalhos anteriores, a nova proposta de Cárdenas cruza várias disciplinas (teatro, performance, dança, música ao vivo) abordando alguns aspectos do conflito da representação. Cinco intérpretes tentarão encenar a velhice e a possibilidade da morte tomando caminhos muito diferentes: dos mais convencionais aos menos ortodoxos.

“Delírios da Madrugada”
Sessão: 28/09 às 23h
Local: Palco Sesc (Praia do Anil)
Elenco: Zéu Britto
Direção: Caio Bucker
Texto: Zéu Britto
Classificação: Livre
Entrada: Entre R$5 e R$50
Duração: 60 minutos
Capacidade: 1.000 lugares
Sinopse: Show de humor musical apresentado pelo artista multimídia Zéu Britto. Acompanhado por seu violão, conta histórias inusitadas da carreira, poemas e o que a internet trouxer de novidade, moldando uma apresentação nova a cada dia. Intitulada como um ”’stand-up melody”, o espetáculo garante muita música e diversão.

“Rugas”
Sessão: 29/09 às 18h
Local: Teatro Municipal (R. Honório Lima, 1 – Centro)
Elenco: Claudiana Cotrim e Vanja Freitas
Direção: Amir Haddad
Texto: Hérton Gustavo Cratto
Classificação: 16 anos
Entrada: Entre R$5 e R$30
Duração: 55 minutos
Capacidade: 200 lugares
Sinopse: O espetáculo, elaborado a partir de depoimentos com pessoas de diferentes faixas etárias e socioculturais e de pesquisas antropológicas, filosóficas e literárias, coloca em cheque a estigmatização da velhice, trazendo à tona um conteúdo sério e profundo, mas também engraçado e poético, mostrando soluções para uma vida plena de felizes descobertas, com autoestima e qualidade de vida.

“Não me T.O.C.”
Sessão: 29/09 às 19h30
Local: Palco Sesc (Praia do Anil)
Elenco: Bruno Montaleone e Daniela Carvalho
Direção: Pedro Jones
Texto: Pedro Jones e Lucio Manfred
Classificação: Livre
Entrada: Entre R$5 e R$50
Duração: 80 minutos
Capacidade: 1.000 lugares
Sinopse: Comédia romântica aborda o dia a dia de Nei, interpretado por Bruno Montaleone, que sofre de Transtorno Compulsivo Obsessivo.

“Misericórdia”
Sessão:
29/09 às 23h
Local:
Palco Sesc (Praia do Anil)
Elenco:
Cacau Protásio e Aline Carrocino
Direção:
Zéu Britto
Texto:
Daniel Porto
Classificação:
14 anos
Entrada:
Entre R$5 e R$50
Duração:
60 minutos
Capacidade:
1.000 lugares
Sinopse:
Duas irmãs com personalidades muito distintas precisam organizar o velório da tia recém-falecida, mas nem sempre se despedir de alguém é tão fácil assim, principalmente quando o corpo do morto desaparece.

“O Julgamento de Sócrates”
Sessão:
30/09 às 19h30
Local:
Teatro Municipal (R. Honório Lima, 1 – Centro)
Elenco:
Tonico Pereira
Direção:
Ivan Fernandes e Tonico Pereira
Texto:
Ivan Fernandes (livremente inspirado na obra de Platão)
Classificação:
10 anos
Entrada:
Entre R$5 e R$30
Duração:
55 minutos
Capacidade:
200 lugares
Sinopse:
O julgamento de Sócrates é uma livre adaptação de Apologia de Sócrates, de Platão, realizada pelo premiado autor Ivan Fernandes, em forma de monólogo, com o ator Tonico Pereira no papel título. A peça comemora os 50 anos de carreira do ator que, pela primeira vez, se apresenta com um monólogo. O espetáculo dramatiza a defesa de Sócrates, no julgamento que o condenou à morte por envenenamento. É, talvez, o primeiro grande caso na história da humanidade de um homem ser condenado por ter ideias diferentes do estabelecido pela sociedade. Através desse caso, a peça debate a liberdade de expressão e o pensamento no mundo contemporâneo.

* Segundo informações da organização do evento

PUBLICIDADE