Em cartaz no CCBB, ‘L, o Musical’ fala do amor entre mulheres, e autor comenta proposta: ‘Quebra estereótipos’

Luiz Maurício Monteiro

Em cartaz no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil), de quarta a domingo às 19h, o espetáculo “L, o Musical” nasceu a partir do desejo de falar sobre relações homoafetivas entre mulheres, dando assim sua contribuição na luta contra preconceitos. Quem explicou a proposta foram o autor e diretor Sergio Maggio e a atriz Luiza Guimarães no quadro “Quem Encena”, da Rio Encena TV, desta semana.

– (O espetáculo) Quebra estereótipos e preconceitos para mostrar que o amor entre mulheres é simplesmente um amor. Uma forma de amar – explica Maggio, que comanda um elenco 100% feminino, que além de Luiza, conta ainda com Elisa Lucinda, Ellen Oléria, Renata Celidônio, Gabriela Correa e Tainá Baldez.

Para complementar a temática da montagem, a parte musical, que ficou a cargo de Luís Filipe de Lima, reúne 22 músicas de cantoras da MPB que são assumidamente lésbicas ou bissexuais. O diretor também falou sobre o repertório na entrevista, que está na íntegra no vídeo abaixo: