Comédia dramática protagonizada por coadjuvantes de ‘Hamlet’ fica no Teatro Gláucio Gill até o início de setembro

Do Rio Encena

O espetáculo resgata personagens de "Hamlet", clássico de Shakespeare lançado em 1603 Foto: Ananda Campanha/Divulgação

O espetáculo resgata personagens de “Hamlet”, clássico de Shakespeare lançado em 1603 Foto: Ananda Campanha/Divulgação

Um desenrolar filosófico, que promete envolver o público em reflexões sobre a vida, a arte, e a morte… Essas são características da comédia dramática “Rosencrantz e Guildenstern Estão Mortos”, em cartaz no Teatro Glaucio Gill, em Copacabana. A peça escrita pelo inglês Tom Stoppard é protagonizada pelos personagens do título, que na verdade, foram coadjuvantes no clássico “Hamlet” (1603), de William Shakespeare (1564-1616). Em cena, eles são enviados pelo tio de Hamlet para conter a ira do sobrinho e desvendar a origem de sua loucura. No entanto, acabam se perdendo em sua missão. A peça fica em cartaz até 02/09 com sessões às quintas e sextas, sempre às 20h.

A trama é parte da Cia. Teatral Milongas, que apostou numa dinâmica contemporânea e na interação com o público. O espetáculo é dirigido e encenado pelo ator Breno Sanches, que divide o palco com Hugo Souza e Leonardo Hinckel, sob a supervisão geral de Cesar Augusto, da Cia dos Atores.

– Ao longo da trama, os atores estarão presentes dizendo as falas dos personagens, mas sem figurinos, adereços ou qualquer composição, intensificando assim, o paralelo entre a cena e a realidade defendida por Stoppard em seu texto.  – adianta Breno Sanches.

Outro ponto que chama atenção na montagem é que a trilha sonora e a operação de luz também serão realizadas pelos próprios atores, com o auxílio de Ipod, microfone, guitarra, lanternas e projetor.

PUBLICIDADE