Comédia dramática ‘Pai’ estreia em Copacabana falando do sentido da vida a partir de louco que diz ser Jesus Cristo

Do Rio Encena

Ivan Mendes e Daniela Carmona contracenam na comédia dramática Foto: Divulgação

Sob direção de Cássia Villabôas, que está estreando na função,  Ivan Mendes e Daniela Carmona estreiam nessa sexta (1), às 20h30, no Sesc Copacabana, a comédia dramática “Pai”, que questiona o sentido da vida a partir do limiar entre a loucura e a sanidade. Com texto de Adriana Falcão e do filósofo Luiz Estelita Lins, o espetáculo tem como ponto alto o embate entre um louco que pensa ser Jesus Cristo e personagens bíblicos.

O suposto Jesus, aos trinta e três anos de uma vida intensa, se revolta contra uma espécie de armadilha em que acredita ter sido envolvido. Aquele a quem chamava de “Pai”, um ser todo-poderoso com poderes sobrenaturais e divinatórios, lhe dá apenas mais uma hora de vida, submetendo-o a uma condenação injusta, levando-o à crucificação.

Enquanto Ivan Mendes interpreta o louco, que vive o dilema entre encarar seu destino ou fugir dele, Daniela Carmona leva à cena os outros personagens que abrem possibilidades para o sentido da esperança e da realização, procurando não se limitar a sucessos ou fracassos cotidianos, em tempos de um imediatismo que ignora valores como ética, bom senso e o próprio espírito.

PUBLICIDADE