Comédia dramática ‘Boa Sorte’ estreia no Teatro Cesgranrio discutindo os diferentes olhares sobre a vida

Do Rio Encena

Thiago Prado atua e ainda assina texto e direção do espetáculo Foto: Divulgação

Três em um! Assim é Thiago Prado no solo “Boa Sorte”, que inicia nessa quinta-feira (22), às 20h, uma curta temporada no Teatro Cesgranrio, no Rio Comprido, onde fica só até 23/03, com sessões também às sextas, no mesmo horário, e ingressos a partir de R$ 10 (meia). Além de assinar texto e direção, ele também interpreta o personagem único da comédia dramática, um homem que toca sua rotina pacientemente até que um reencontro com um antigo conhecido muda suas percepções sobre a vida.

Aos 32 anos, Paulo é um sujeito comum, de classe média baixa, morador da Zona Sul e funcionário público. Habituado a fazer malabarismos com o salário que ganha a fim de sobreviver, ele tem como projeto de felicidade um dia ganhar na loteria. Para tanto, cumpre um ritual: faz sempre a mesma aposta, incondicionalmente na mesma agência.

O “mundinho” de Paulo muda, porém, quando ele esbarra com Gustavo, um antigo conhecido a quem há muito não via. Como de praxe, um pergunta ao outro “como vai a vida”, até que o protagonista descobre que o outro perdera a casa num incêndio, conseguindo salvar somente a si mesmo. Tal tragédia, inclusive, fizera Gustavo rever atitudes e valores.

Tocado pela história que acabara de ouvir, Paulo, então, decide se abrir para um vida nova, mudando suas visões sobre a vida de uma forma geral, e aspectos específicos, como a felicidade, a beleza do simples, o poder da visão positiva sobre os fatos e a influência do inesperado sobre o curso.

PUBLICIDADE