Com Ney Latorraca e Claudia Ohana no elenco e números de superprodução, ‘Vamp’ estreia no Teatro Riachuelo Rio

Do Rio Encena

Ney Latorraca posa entre Claudia Ohana e Claudia Netto Foto: André Wanderley/Divulgação

Para quem deixou para comprar os ingressos para a estreia de “Vamp – O Musical” na última hora, é melhor pensar em novos planos. A assessoria da imprensa do Teatro Riachuelo Rio, onde a peça fica até 04/06, não divulgou números sobre vendas, mas confirmou que não só a primeira apresentação nessa sexta (17), como também as de sábado e domingo, já estão com lotação esgotada. E como se a espera pelo próximo fim de semana – que será o primeiro a ter sessão dupla aos sábados – já não fosse grande o bastante para os fãs da saga dos vampiros, o RIO ENCENA decidiu ajudar a aumentar a expectativa passando a limpo algumas informações sobre o espetáculo.

Baseada na novela homônima, que fez muito sucesso na TV Globo na década de 90, a montagem é uma comédia de terror vivida por uma legião de seres de dentes afiados que têm horror a alho. Como muitos já sabem, os protagonistas Conde Vlad e Natasha voltam a ser interpretados por Ney Latorraca e Claudia Ohana, assim como no folhetim. Na trama, ela é uma cantora de rock que vende a alma ao vampirão em troca de sucesso. Ele, apaixonado, faz de tudo para conquistá-la. Entretanto, o que Natasha quer mesmo é se livrar dele e da condição se sugadora de sangue. Para isso, precisará chegar ao Medalhão do Poder, que se encontra na cidade litorânea de Armação dos Anjos.

– Na época, nós não sabíamos ao certo no que ia dar. A diferença agora é que estamos vindo de uma novela de sucesso, o que gera mais expectativa. Já se passaram 26 anos e acredito que a gente não vá fazer exatamente a mesma Natasha, vamos descobrir uma Natasha 2017 – despista Claudia.

– O personagem fez muito sucesso na época, como toda a novela em si. Foi uma obra que “aconteceu”, o que não é algo fácil. Por isso, voltar com tudo para o teatro é uma alegria. O público vai ver uma síntese da novela no palco – adianta Ney.

As dobradinhas, aliás, não se repetem apenas no palco. O autor Antonio Calmon e o diretor Jorge Fernando retomam a parceria que deu certo na telinha, porém, com uma diferença: um desfecho para a história bem diferente em relação ao da novela que promete surpreender a plateia.

Já em relação a números, tudo indica uma superprodução, como de costume nas empreitadas da Aventura Entretenimento. Além de Ney e Claudia, o elenco conta com mais 34 atores/cantores, incluindo nomes como Lilian Valeska, Claudia Netto e Pedro Henrique Lopes. O figurinista Lessa de Lacerda, que também trabalhou na novela, trabalha com nada menos que 350 conjuntos de roupas. Já o cenário, tem 13 montagens diferentes. Isso sem falar nos diversos efeitos especiais.

Susto

Durante o período de preparação e ensaios, a equipe de “Vamp – O Musical” levou um susto. Em janeiro, Jorge Fernando, de 61 anos, precisou se afastar do trabalho depois de sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC). Ele passou 20 dias internado no hospital antes de ser liberado para se recuperar em casa.

PUBLICIDADE