Com mudança no elenco, comédia ‘Ela é meu Marido’ reestreia no Teatro dos Grandes Atores

Do Rio Encena

Bia Guedes (E) agora tem a companhia de Julianne Trevisol no palco Foto: Ananda Campana/Divulgação

O espetáculo “Ela é meu Marido” reestreia nesse fim de semana, porém com uma pequena modificação. Guta Stresser, que fez a temporada de estreia em janeiro no Teatro dos Quatro, dá lugar a Julianne Trevisol, nova companheira de cena de Bia Guedes na sequência de apresentações que começa nessa sexta-feira (24), às 21h, no Teatro dos Grandes Atores, na Barra da Tijuca. Com direção de Diego Molina e texto da dupla Martha Mendonça/Nelito Fernandes, a comédia, que conta a história de duas amigas que decidem morar juntas como um casal, fica em cartaz até 28 de maio, com sessões também aos sábados, no mesmo horário das 21h, e domingos, às 20h.

Na trama, Drica (Julianne) e Nanda (Bia) chegaram a um nível tal de decepção com os homens, que decidem viver sob o mesmo teto, como um casal de verdade. Num primeiro momento, a solução parece razoável para a dupla, mas o problema é que elas são heterossexuais convictas.

Por trás dessa ideia inusitada das personagens, a peça pensa em não apenas fazer o público rir, como também refletir. A partir do momento em que Drica e Nanda decidem viver juntas, se dão conta de que os problemas do casamento não se dão pela questão de gêneros, mas sim por algo pertinente à convivência humana.

– Fiquei muito feliz com o convite. Além de ser uma comédia com texto leve, a peça te leva a uma reflexão sobre a fragilidade das relações – complementa a estreante Julianne.

PUBLICIDADE