Com Marcos Pasquim e grande elenco, musical ‘Se meu Apartamento Falasse’ estreia no Teatro Bradesco

Do Rio Encena

Marcos Pasquim (E), Malu Rodrigues e Marcelo Médici protagonizam o musical Foto: Divulgação

Com um elenco formado por Marcos Pasquim, Marcelo Médici, Malu Rodrigues, Maria Clara Gueiros e outros 15 atores, o musical “Se Meu Apartamento Falasse” inicia uma curta temporada nessa sexta-feira (15), às 21h, no Teatro Bradesco, na Barra, onde fica só até 14/01, com sessões também sábados, no mesmo horário, e domingos, às 18h. Mais nova empreitada de Charles Möeller e Claudio Botelho, renomada dupla no universo do gênero,  a peça é uma versão de “Promises, Promises”, original de 1968 dos norte-americanos Burt Bacharach, pianista e compositor e Neil Simon, dramaturgo.

No palco, Chuck (Médici) é um atrapalhado contador de uma companhia de seguros que, de olho em promoções e vantagens na firma, topa liberar seu apartamento para encontros casuais de colegas de trabalho. O plano dele, no entanto, ganha contornos dramáticos e cômicos depois que ele empresta o imóvel para Sheldrake (Pasquim), ninguém menos que o chefe, conhece a desmiolada Marge (Maria Clara) e acaba se apaixonando por Fran (Malu).

A curiosidade, porém, é que esta trama foi escrita inicialmente por Simon para o cinema e não para o teatro. Em 1960, o longa “The Apartment” estreou em grande estilo, faturando o Oscar como Melhor Filme, Direção, Roteiro Original, Direção de Arte e Edição. O sucesso nas telonas motivou a versão para os palcos, que não deixou por menos, chegando à impressionante marca de 1.281 apresentações.

Entre estas versões, a grande diferença é o repertório, que foi composto por Bacharach especialmente para o teatro. Algumas das canções mais famosas são ‘I Say a Little Prayer’, ‘I’ll Never Fall In Love Again’, ‘Promises, Promises’ e ´A House Is Not A Home´. A propósito, esta é a segunda vez que Möeller e Botelho trabalham com músicas do compositor. Em 2003, eles montaram ‘Cristal Bacharach’.

Além destes dois trabalhos com composições de Bacharach, a dupla já montou outros 39 musicais, que, inclusive, tinham em seus elencos alguns dos protagonistas de “Se meu Apartamento Falasse”. Médici fez ‘Sweet Charity’ (2006); Maria Clara Gueiros esteve em ‘As Bruxas de Eastwick’ (2011) e ‘O Mágico de Oz’ (2012); e Malu Rodrigues participou de nada menos que 11 montagens, entre elas, ‘7 – O Musical’, ‘Beatles Num Céu de Diamantes’, ‘A Noviça Rebelde’ e ‘Milton Nascimento – Nada Será Como Antes’. Já Marcos Pasquim está apenas em seu segundo musical. Na década de 90, ele atuou na segunda versão de “Blue Jeans”.

PUBLICIDADE