‘Coisas que podem acontecer com você’, diz Wolf Maya sobre cenas da comédia musical ‘Relaxa que é Sexo’

Luiz Maurício Monteiro

O título já diz muita coisa: “Relaxa que é Sexo”. Em cartaz no Teatro Nathália Timberg, na Barra, a comédia musical escrita e dirigida por Wolf Maya é dividida em esquetes e números coreografados que têm o sexo como assunto principal. Por exemplo, a noiva virgem que se espanta com o tamanho do órgão sexual do noivo; a D.R. desencadeada entre um casal de namorados por causa do mau hálito dela; ou até o garoto gay que reluta em desviar o olhar no vestiário masculino. Com esta temática e tais situações cômicas e inusitadas, a ideia do espetáculo, claro, é provocar empatia no público.

– O mais engraçado é que tudo pode acontecer com você. Nós falamos de coisas que podem ter acontecido ou poderão acontecer com você – diz Wolf ao quadro “Quem Encena” da RIO ENCENA TV.

Esta, na verdade, é a segunda montagem de “Relaxa que é Sexo”. A primeira foi há 17 anos e tinha no elenco sete atores, entre eles, nomes como Danielle Winits, Nelson Freitas e Adriana Garambone. Já a versão atual conta com 2o jovens artistas, a maioria com passagem pela Escola Wolf Maya, vizinha do Teatro Nathalia Timberg, dentro do Freeway Center. O teatro inaugurado em janeiro de 2016, inclusive, foi outro assunto abordado pelo diretor na entrevista abaixo:

PUBLICIDADE