CCBB recebe ciclo final de leituras do “Seleção Brasil em Cena”; vencedores ganham montagem gratuita

Do Rio Encena

No Rio, as leituras serão dirigidas pelo trio Victor Peralta Guilherme Leme Garcia e Cesar Augusto Foto: Diogo Fugimura/Divulgação

No Rio, as leituras serão dirigidas pelo trio Victor Peralta Guilherme Leme Garcia e Cesar Augusto Foto: Diogo Fugimura/Divulgação

Afunilou de vez a sétima edição do concurso nacional de dramaturgia “Seleção Brasil em Cena”, cujo objetivo é revelar novos talentos da dramaturgia brasileira. Entre os dias 21 de novembro e 06 de dezembro (sempre nos fins de semana), serão realizadas, com entrada franca para o público, as leituras dramatizadas dos 12 textos inéditos finalistas em três unidades do CCBB: Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília. Deste total, sairão os três vencedores que, como prêmio, terão suas montagens patrocinadas pelo Banco do Brasil nos teatros das mesmas unidades do CCBB, a partir de março. O resultado sai no dia 06/12 no site oficial do concurso.

Os vencedores serão definidos a partir de eleição realizada em conjunto entre diretores convidados e os espectadores. No Rio, dirigirão as leituras os diretores César Augusto, Guilherme Leme Garcia e Victor Garcia Peralta.

Ao todo, o projeto recebeu inscrições de 265 textos de 13 estados e do Distrito Federal, incluindo candidatos apostando em obras infantojuvenis, gênero que fez parte do concurso pela primeira vez.

Dos 12 textos finalistas, sairão três vencedores que terão suas montagens patrocinadas pelo Banco do Brasil (divulgação)

Dos 12 textos finalistas, sairão três vencedores que terão suas montagens patrocinadas pelo Banco do Brasil (divulgação)

SERVIÇO

Local: Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB)
Endereço: Rua Primeiro de Março, 66 – Centro.
Telefone: (21) 3808-2020.
Entrada: Franca OBS.: Distribuição de senhas uma hora antes.

Sábado (21/11)
Teatro III – Capacidade: 85 lugares.
14h – Na real, de Rogério Corrêa. Classificação: 18 anos.
15h30 – Obra do acaso, de Flavio Freitas. Classificação: 16 anos.

Domingo(22/11)
Teatro III – Capacidade: 85 lugares.
14h – A tropa, de Gustavo Pinheiro Classificação: 14 anos.
15h30 – Sobre cordeiros, navalhas e dentes-de-leão, André Luis Silva. Classificação: 12 anos.

Sábado (28/11)
Teatro III – Capacidade: 85 lugares.
14h – Princípios transgredíveis para amores precários, de Thales Paradela. Classificação: 12 anos.
15h30 – Maioridade, de Flávio Goldman. Classificação: 12 anos.

Domingo (29/11)
Teatro III – Capacidade: 85 lugares.
14h – Com as mãos vazias, de Edih Longo. Classificação: 12 anos.
15h30 – Mandíbula, de Roberval Tamanho. Classificação: 16 anos.

Sábado (05/11)
Teatro I – Capacidade: 175 lugares.
14h – Algum lugar onde nunca estive, de Bernardo Florim. Classificação: 14 anos.
15h30 – Projeto Stockton, de Carol Rainatto. Classificação: 16 anos.

Domingo(06/11)
Teatro I – Capacidade: 175 lugares.
14h – Um caminho para Sara, de Thales Paradela. Classificação: Livre.
15h30 – Elas, de João Rodrigo Ostrower. Classificação: 12 anos.

PUBLICIDADE