‘Catarse’ apresenta linguagem madura com conteúdo político

Péricles Vanzella

Péricles Vanzella

31 anos, é doutorando em Artes Cênicas pela Unirio, ator, sapateador e cantor.

Em cartaz no Teatro Ginástico, a terceira peça da Trilogia Paramusical (antecedida por “Contra o vento [um musicaos]” e “Cabeça [um documentário cênico]”), “Catarse [uma para-ópera]”, que tem direção de Felipe Vidal, traz conteúdo político, mas com uma linguagem madura que rouba a cena.

A dramaturgia de Clarice Zarvos, Felipe Vidal e Leonardo Corajo não tem um enredo linear: propõe uma constante analogia entre a sociedade contemporânea e um caso ocorrido em Estrasburgo em 1518, quando uma mulher dançou sem parar em uma praça, sem música tocando, sem sinais de alegria, e contagiando a cidade inteira, que uma semana depois viu diversas pessoas repetirem o feito, em episódio que ficou conhecido como “Epidemia de Dança”.

As analogias são precisas e belíssimas. E organizam-se em cenas que intercalam diálogos (declamados, físicos e/ou musicais) com recitativos de teor político e/ou pessoal. Essa dinâmica, regada a músicas originais compostas pela equipe do espetáculo, é o coração da montagem, e permitem-na articular aspectos líricos e dramáticos no que ambos têm de mais potente!

Os figurinos de Flavio Souza somam muito bem a um discurso que não tem nada de neutro, mas que também não se associa a um lugar ou contexto determinados. Vão além do preto básico, ou do preto e branco clássico, e coroam a imagem deixada pela peça com sapatos vermelhos heterogêneos que expressam a mesma ideia.

O elenco se entrega à criação do qual participou, em todos os sentidos. Oferecem-se ao espectador por completo, e conseguem, em sua generosidade e coragem, imprimir personalidade ao que poderiam ser apenas papéis, funções.

Comecei a pensar a peça como um baita estudo formal, estilístico, expressivo, bem sucedido. Termino de escrever a crítica com a convicção de que o que hoje ocupa o Sesc Ginástico é uma linguagem que atingiu a sua maturidade, e que articula elementos de extrema potência com originalidade e sensibilidade!

Um abraço e até domingo que vem!
Dúvidas, críticas ou sugestões, envie para pericles.vanzella@rioencena.com.br.

PUBLICIDADE