‘BR-TRANS’, ‘God’, ‘Zeca Pagodinho’… Mais de 30 espetáculos saem de cartaz nesse fim de semana

Do Rio Encena

Sentido horário: “God”, “Os Sete Gatinhos”, BR-TRANS” e “Zeca Pagodinho” Fotos: Divulgação

Para quem curte teatro, esse fim de semana, que poderia ser apenas mais um, pode representar uma última oportunidade. No sábado (28) e, principalmente, no domingo (29), num “fenômeno” que vez ou outra acontece no circuito teatral carioca, mais de 30 espetáculos vão sair de cartaz. Está certo que alguns poderão voltar em breve em novas temporadas ou até prorrogar as atuais, mas, por via das dúvidas, se você ainda não conseguiu assistir àquele musical, monólogo, drama, comédia ou infantil que estava de olho, a hora é essa!

Entre estas peças que estão encerrado temporada, o RIO ENCENA separou algumas que se destacam por uma razão ou outra. No Teatro Oi Casa Grande, por exemplo, Miguel Falabella interpreta ninguém menos que Deus na comédia adaptada da Broadway “God”. No palco, o ator, diretor e responsável pela adaptação do texto apresenta um Todo Poderoso insatisfeito com os rumos que a humanidade tomou e pronto para pôr em prática as suas medidas.

No Net Rio”, “Zeca Pagodinho, uma História de Amor ao Samba” faz uma grande homenagem a uma das principais vozes da nossa música. O musical escalou dois atores para viver o cantor: Peter Brandão, que vive o garoto Jessé enfrentando uma infância pobre e ainda construindo sua personalidade; e Gustavo Gasparani – também diretor – interpretando o Zeca já encontrando a fama e a popularidade.

Ainda na Zona Sul, Silvero Pereira, que recentemente esteve no ar na TV Globo como o Nonato da novela “A Força do Querer”, encerra mais uma série de apresentações de “BR-TRANS”. O monólogo fala de medo, solidão e morte a partir de experiências próprias do ator e autor e também de depoimentos que ele colheu com transexuais e travestis no interior do Ceará e do Rio Grande do Sul.

Já no Centro, uma opção é “Os Sete Gatinhos”, que marcou a reinauguração do Teatro Nelson Rodrigues. Escrita em 1957 pelo Anjo Pornográfico, a tragicomédia conta a história de uma família do Grajaú. Os pais tiveram cinco filhas, mas só a caçula, por ser a única “pura”, tem direito a uma boa educação em um colégio interno. Esse panorama muda, porém, depois que a menina é acusada, na escola, de matar a pauladas uma gata grávida. Em seguida a este acontecimento trágico, a protagonista acaba descobrindo que seus estudos são pagos graças às irmãs, que se prostituem.

Além destes espetáculos, outros vários estão se despedindo dos palcos cariocas. Confira abaixo outras opções, para todos os gostos e bolsos:

“Fora da Caixa”

“A Sala Laranja”

“Mata teu pai”

“Chapeuzinho Vermelho e o Lobonzinho”

“Euforia”

“Lá Dentro tem Coisa”

“Histórias de uma Margarida”

“Irina”

“Violetas.Eu.Elas.Julieta”

“Curral Grande”

“O Boca do Inferno”

“O Homem da Vaca e o Poder da Fortuna”

“Não tô Entendendo Nada”

“Tripas”

“A História das Histórias”

“A Fábrica de Talentos”

“Race”

“Cururu: O Sapo Jururu”

“Gisberta”

“A Cozinheira, o bebê e a Dona do Restaurante”

“Círculo da Transformação em Espelho”

“Primavera Leste”

“Alice no País do iêiêiê”

“Bisa Bia, Bisa Bel”