‘Bisa Bia, Bisa Bel’, adaptação de clássico da literatura infantil, faz temporada curta e gratuita no Espaço Furnas

Do Rio Encena

O infantil mistura realidade e ficção Foto: Rudy Hülhold/Divulgação

Uma mistura entre o real e o fantasioso embalada por muitos jogos e canções. Assim é “Bisa Bia, Bisa Bel”, infantil inspirado no clássico homônimo da escritora Ana Maria Machado que faz uma curtíssima e gratuita temporada no Espaço Furnas Cultural, em Botafogo. Num total de quatro, as apresentações começam nesse sábado (21), às 17h, e vão apenas até o o próximo dia 29.

Ganhador de sete prêmios em duas importantes premiações no teatro infantil carioca, o Zilka Salaberry e o Cbtij (Centro Brasileiro de Teatro para a Infância e Juventude), o espetáculo dirigido por Joana Libreiro – que adaptou a história para os palcos – é protagonizado pela menina Isabel. Ela vive uma relação imaginária com sua bisavó Bia, a quem conhece apenas por intermédio de fotos.

A porção de realidade desta história, inclusive, tem origem na vida da própria autora.

– Quando escrevi “Bisa Bia, Bisa Bel” estava com saudades de minhas avós e queria falar sobre elas com meus dois filhos. Não imaginava que, pouco tempo depois, teria uma filha e que o livro ficaria ainda mais significativo para mim. Muito menos que o livro fosse ganhar tantos prêmios e sensibilizar os leitores dessa forma – lembra.

Lançada em 1981, a publicação de Ana Maria Machado recebeu mais de 10 prêmios, vendeu 500 mil exemplares e foi traduzido em países como França, Espanha, México, Alemanha e Suécia.