Baseado no disco ‘Partimpim’, de Adriana Calcanhoto, musical infantil ‘Lá Dentro tem Coisa’ estreia na Gávea

Do Rio Encena

O musical apresenta uma história lúdica de uma menina de nove anos Foto: Daryan Dornelles/Divulgação

O universo lúdico do disco “Partimpim”, de 2004, primeiro de Adriana Calcanhoto voltado para o público infantil, é a fonte de inspiração para “Lá Dentro tem Coisa”. Com texto de Adriana Falcão, Vinicius Calderoni e Rafael Gomes, o musical infantojuvenil estreia nesse sábado (02), às 17h, no Teatro dos Quatro, no Shopping da Gávea. A temporada vai até 29 de outubro, com sessões também aos domingos, no mesmo horário, e entradas a partir de R$ 30 (meia).

Com direção geral de Renato Linhares e musical de Felipe Habib, o espetáculo tem no elenco seis atores/cantores: Estrela Blanco, Julia Gorman, Leo Bahia, Leonardo Senna, Luellem de Castro e Simone Mazzer. No palco, eles contam e cantam ao vivo a história de um menina de nove anos que sai de casa sozinha pela primeira vez. Do repertório de nove canções, oito foram retiradas do disco que vendeu mais de 100 mil cópias só no Brasil e ganhou o Grammy Latino de “Melhor CD Infantil”.

Interpretada ora por Estrela Blanco, ora por Luellem de Castro, a pequena Isabel, que numa abordagem lúdica tem uma personalidade dupla, virando Isa e Bel, ganha de presente dos pais no dia de seu nono aniversário a permissão para sair de casa sozinha pela primeira vez. O destino, contudo, não fica muito longe de casa: é a livraria.

No entanto, é no caminho que se dá a trama do musical. Entre o medo do desconhecido e o desejo de visitar o novo, a garota acaba descobrindo sensações e sentimentos diversos, alguns bons e outros nem tanto, como amor, desejo, gratidão, raiva, mágoa, ansiedade e tristeza. Aliás, esse receio do que vem pela frente, que não afeta apenas crianças, mas também adultos, foi o ponto de partida encontrado pela autora e roteirista Adriana Falcão para criar o argumento do musical.

– Pensei nesse sentimento que todos nos identificamos, quando estamos num momento sozinhos, diante de um problema, e fazemos daquilo um monstro dentro da nossa cabeça – explica Adriana.

O espetáculo é uma idealização do empreendedor cultural Felipe, que há algum tempo vinha alimentando a vontade de fazer uma montagem inspirada no universo de “Partimpim”. A ideia começou a ganhar corpo com “Mas Por Quê??! – A História de Elvis”, peça também produzida por ele, que teve na plateia de uma de suas apresentações justamente Adriana Calcanhotto.

– Adoro o trabalho dela. Conversamos ali mesmo, depois da peça, e falei que queria fazer um trabalho em que o ponto de partida fosse o ‘Partimpim’. Comentei sobre a minha vontade de ter a Adriana Falcão como autora, e assim começamos – completa Felipe.

Repertório

“Lição de Baião”
“Oito Anos”
“Ciranda da Bailarina”
“Ser de Sagitário”
“Borboleta”
“Formiga Bossa Nova”
“Fico Assim Sem Você”
“Poeta Aprendiz”
“Saiba”

 

PUBLICIDADE