Alexandre Lino volta a interpretar travesti ‘Lady Christiny’ em curta temporada no Teatro Sesi

Do Rio Encena

Alexandre Lino já dirigiu um documentário sobre a personagem que inspirou a peça Foto: Janderson Pires/Divulgação

Um projeto da Documental Cia., o espetáculo “Lady Christiny” está de volta aos palcos cariocas. Depois de duas temporadas em 2016, o monólogo protagonizado por Alexandre Lino, sobre uma travesti de perfil peculiar, reestreia, desta vez no Teatro Sesi, no Centro, nesta segunda-feira (20), às 19h30. A curta temporada vai apenas até 18 de abril, com sessões também às terças, no mesmo horário, com ingressos a partir de R$ 10 (meia).

Com direção de Maria Maya e texto de Daniel Porto, a peça nasceu a partir de um documentário dirigido pelo próprio Lino sobre Celso Marques – falecido há cerca de 10 anos – que se travestiu em Lady Christiny, mas manteve o conservadorismo, o respeito e uma postura atípica junto da família, o que a tornou diferente dentro do universo das travestis. O monólogo mistura realidade, ficção e cinema resultando no que se chama de teatro de pertencimento. Ao longo da encenação, o público é estimulado a fazer perguntas ao personagem (ator).

O documentário, lançado em 2005, possui passagem em 42 festivais, países como Itália, Portugal e Uruguai.

PUBLICIDADE